INCÊNDIO EM URGEZES OBRIGA À EVACUAÇÃO DE 150 MORADORES

O incêndio que deflagrou por volta das 04h00 desta madrugada obrigou à evacuação de 150 moradores de um prédio na rua Comandante José Pina, na freguesia de Urgezes. Os moradores foram evacuados para a rua e outros abrigaram-se no Centro Comercial Vila.

Ao que o Mais Guimarães apurou o fogo começou na garagem do prédio e terá sido provocado por um incêndio numa viatura, sendo que as causas ainda estão por apurar. Ao todo terão ardido quatro viaturas.

No combate às chamas estiveram 34 bombeiros e dez viaturas, incluindo viaturas de apoio e ambulâncias, dos Bombeiros Voluntários de Guimarães. Foi dada assistência médica a dois moradores e um bombeiro teve de ser assistido no Hospital Senhora da Oliveira devido a um ferimento ligeiro na mão.

A PSP e a Proteção Civil também estão no local para que sejam tomadas as devidas providências. A Polícia Judiciária deslocar-se-à ainda ao local para tomar conta da ocorrência, apurar as causas do sucedido e tentar perceber se houve mão criminosa ou se terá sido apenas uma falha técnica como se suspeita.

O incêndio foi dominado às 06h40 e uma hora depois os Bombeiros procediam à ventilação das garagens e do interior do prédio. Segundo o que o Comandante dos Bombeiros Voluntários disse ao Mais Guimarães, o ponto de situação neste momento é proceder à desenfumagem total, ou seja à ventilação, para que os moradores possam entrar dentro de casa em segurança. Acrescentou ainda que na garagem esta ação poderá demorar mais tempo porque é preciso uma vistoria por parte da autarquia.

Amadeu Portilha, vice presidente da câmara, também prestou declarações e relatou os danos causados pelo incêndio, referindo a eficácia dos Bombeiros Voluntários e da PSP durante a evacuação e no combate ao fogo.

Conseguimos ainda falar com um morador do prédio, Joaquim Canário, que nos deu o seu testemunhou e contou como tudo se passou desde a evacuação até ao momento. Este morador contou que o primeiro alerta foi dado pelas pessoas do prédio quando começaram a sentir o fumo e o cheiro intenso a queimado. Foi aí então que começaram a sair do prédio, mas por não conseguirem ver nada, devido ao fumo que já era muito, tiveram de descer ao apalpão pelas escadas, como aconteceu com este mesmo morador.

Fotos/vídeos: Mais Guimarães

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?