fbpx

IR ÀS COMPRAS OU À FARMÁCIA? ASSOCIAÇÕES AJUDAM GRUPOS DE RISCO

O Pevidém Sport Clube, a Associação Social de Pevidém Vida a Cores ou a Encontro de Saberes são algumas das entidades que criaram equipas voluntárias, disponíveis para ajudar pessoas que façam parte dos grupos de risco, indo por elas às compras ou à farmácia.

©  Direitos Reservados

São diferentes equipas, que surgem a partir de organizações distintas, mas que têm o mesmo desígnio: evitar que as pessoas mais frágeis saiam de casa, voluntariando-se a ir por elas às compras ou, por exemplo, a farmácias.

Por Guimarães, são várias as associações e grupos vimaranenses que, devido à propagação do Covid-19, estão a incentivar os mais frágeis a ficarem a casa. É o caso da Associação Social de Pevidém Vida a Cores, que “dada a gravidade da situação vivida”, disponibiliza “uma equipa para fazer compras, ir à farmácia ou a outro local que seja necessário a toda a população de risco durante este período de quarentena”.

Ao Mais Guimarães, Sílvia Fernandes, da direção da associação, explicou que sendo a população alvo da Associação a mais envelhecida e de risco, “faz todo o sentido podermos dar o nosso contributo da melhor forma que conseguirmos”, ressalvando que, atualmente, a Associação Social de Pevidém Vida a Cores está com atividades suspensas, precisamente “de forma a prevenir e manter as pessoas em casa”.  

A equipa é constituída por cerca de cinco pessoas. “Esperamos que mais gente se junte a nós e possamos chegar a mais pessoas”, admitiu Sílvia Fernandes. A ação é destinada aos grupos de risco de contágio do vírus Covid-19 e está disponível através do seguinte contacto: 932 040 624.

A solidariedade está viva também no mundo do desporto, através do Pevidém Sport Clube. Para toda a população de risco, ou com idade superior a 60 anos, o clube disponibiliza uma equipa, de forma gratuita, a garantir os seus bens essenciais durante o período de quarentena. Segundo Felismino Araújo, tesoureiro, a decisão surgiu por parte da direção e inclui toda a equipa da mesma: 10 pessoas. E há ainda espaço para quem quiser ajudar. Já para quem precisar de ajuda ou saiba de alguém que precise, basta contactar o clube por mensagem privada ou por telemóvel: 968 551 559.

Na Vila das Taipas, a ajuda surge, por exemplo, por parte da Encontro de Saberes, espaço de Terapia Ocupacional. De acordo com Cátia Pereira, educadora social, a equipa, composta por três pessoas, procura dar resposta à “falta deste apoio e tempo de convívio” dos mais idosos, sensibilizando-os a ficar em casa.  “Já prestamos alguns apoios. Estamos em contacto com algumas famílias e já fizemos vídeos para os familiares, cumprindo, claro, todas as normas de segurança”, assegurou.

Para já, são três as pessoas da equipa da Encontro de Saberes que estão também a ajudar idosos em tarefas como ir às compras ou farmácia. “Se nos virmos obrigados, vamos pedir ajuda aos nossos voluntários, mas apenas caso seja mesmo necessário”, admitiu Carla Pereira.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

SUBSCRIÇÃO GRÁTIS

RECEBA O JORNAL MAIS GUIMARÃES

NO SEU EMAIL

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?