CarClasse
CarClasse
IR ÀS COMPRAS OU À FARMÁCIA? ASSOCIAÇÕES AJUDAM GRUPOS DE RISCO

O Pevidém Sport Clube, a Associação Social de Pevidém Vida a Cores ou a Encontro de Saberes são algumas das entidades que criaram equipas voluntárias disponíveis para ajudarem pessoas que façam parte dos grupos risco, indo por elas às compras ou à farmácia.

68751648_531043084369393_7513408396536578048_n (1) (6)

O Pevidém Sport Clube, a Associação Social de Pevidém Vida a Cores ou a Encontro de Saberes são algumas das entidades que criaram equipas voluntárias, disponíveis para ajudar pessoas que façam parte dos grupos de risco, indo por elas às compras ou à farmácia.

©  Direitos Reservados

São diferentes equipas, que surgem a partir de organizações distintas, mas que têm o mesmo desígnio: evitar que as pessoas mais frágeis saiam de casa, voluntariando-se a ir por elas às compras ou, por exemplo, a farmácias.

Por Guimarães, são várias as associações e grupos vimaranenses que, devido à propagação do Covid-19, estão a incentivar os mais frágeis a ficarem a casa. É o caso da Associação Social de Pevidém Vida a Cores, que “dada a gravidade da situação vivida”, disponibiliza “uma equipa para fazer compras, ir à farmácia ou a outro local que seja necessário a toda a população de risco durante este período de quarentena”.

Ao Mais Guimarães, Sílvia Fernandes, da direção da associação, explicou que sendo a população alvo da Associação a mais envelhecida e de risco, “faz todo o sentido podermos dar o nosso contributo da melhor forma que conseguirmos”, ressalvando que, atualmente, a Associação Social de Pevidém Vida a Cores está com atividades suspensas, precisamente “de forma a prevenir e manter as pessoas em casa”.  

A equipa é constituída por cerca de cinco pessoas. “Esperamos que mais gente se junte a nós e possamos chegar a mais pessoas”, admitiu Sílvia Fernandes. A ação é destinada aos grupos de risco de contágio do vírus Covid-19 e está disponível através do seguinte contacto: 932 040 624.

A solidariedade está viva também no mundo do desporto, através do Pevidém Sport Clube. Para toda a população de risco, ou com idade superior a 60 anos, o clube disponibiliza uma equipa, de forma gratuita, a garantir os seus bens essenciais durante o período de quarentena. Segundo Felismino Araújo, tesoureiro, a decisão surgiu por parte da direção e inclui toda a equipa da mesma: 10 pessoas. E há ainda espaço para quem quiser ajudar. Já para quem precisar de ajuda ou saiba de alguém que precise, basta contactar o clube por mensagem privada ou por telemóvel: 968 551 559.

Na Vila das Taipas, a ajuda surge, por exemplo, por parte da Encontro de Saberes, espaço de Terapia Ocupacional. De acordo com Cátia Pereira, educadora social, a equipa, composta por três pessoas, procura dar resposta à “falta deste apoio e tempo de convívio” dos mais idosos, sensibilizando-os a ficar em casa.  “Já prestamos alguns apoios. Estamos em contacto com algumas famílias e já fizemos vídeos para os familiares, cumprindo, claro, todas as normas de segurança”, assegurou.

Para já, são três as pessoas da equipa da Encontro de Saberes que estão também a ajudar idosos em tarefas como ir às compras ou farmácia. “Se nos virmos obrigados, vamos pedir ajuda aos nossos voluntários, mas apenas caso seja mesmo necessário”, admitiu Carla Pereira.

PUBLICIDADE

Arcol

Partilhar

PUBLICIDADE

Ribeiro & Ribeiro
Instagram

JORNAL

Tem alguma ideia ou projeto?

Websites - Lojas Online - Marketing Digital - Gestão de Redes Sociais

MAIS EM GUIMARÃES