José Faria: “Melhorar o terceiro lugar”

© Cláudia Crespo/Mais Guimarães

José Faria permaneceu mais um no comando técnico do Ponte. O treinador apresentou um discurso ambicioso na apresentação oficial para a temporada 2022/2023. “É um plantel que está todo ele melhorado, uma estrutura de apoio melhorada e uma equipa técnica melhorada. Por isso, seríamos tolinhos ou considerados tolinhos pelos nossos adversários, se não nos propuséssemos a algo melhor. Sabemos que este algo melhor passa, numa primeira fase, por melhorar o terceiro lugar”, começou por dizer.

“A subida é sempre possível, agora depende da dinâmica que se consiga criar aqui. Introduzimos qualidade, mas são corpos estranhos que estão a entrar cá. Temos de criar essa dinâmica, temos que nos relacionar todos e trabalhar todos para o mesmo. Se isso se conjugar tudo, com a nossa avaliação e com os reforços que introduzimos, acredito que poderemos sair vencedores deste campeonato. Mas não jogamos sozinhos. Existe muita expetativa pelo Ponte, porque foi o primeiro plantel a fechar. Mas há variadíssimos planteis em aberto e de alguns até nem sabemos nada. Estamos a criar expetativa, mas se calhar, daqui a duas ou três semanas, são outros clubes a criar essa mesma expetativa”, acrescentou.

Com a descida do Berço e a possibilidade do Brito permanecer no Pró-Nacional, José Faria reconhece que as dificuldades serão maiores. “Quem desce é candidato e o Brito foi o vencedor da Taça e segundo classificado no ano passado. Não sei se o Brito vai manter este bloco, porque não sabemos mesmo. Se ficar com o bloco da época transata, sabemos que será uma equipa extremamente difícil”, reconheceu.

A contratação de um guarda-redes é a prioridade de momento para fechar o plantel

©2023 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?