JOSUÉ: “SE ESTIVERMOS CONCENTRADOS DURANTE OS 90 MINUTOS, TEMOS HIPÓTESES”

O capitão do Vitória referiu que o grupo de trabalho tem a “ambição” de derrotar um FC Porto que reforçou a candidatura ao título nas últimas jornadas, precisando de ser competente e de evitar falhas possivelmente comprometedoras. O jogador admitiu que vai gostar de “defrontar” o ex-colega Soares e considerou que o plantel continua com “qualidade” após o mercado de transferências.

O defesa-central vitoriano anteviu um “jogo extremamente difícil” frente aos “dragões”, segundos classificados do campeonato, a um ponto do Benfica, mas frisou a vontade da equipa em regressar às vitórias, depois de duas partidas sem vencer, com Marítimo e Paços de Ferreira.

Apesar de ter a noção de que “não há uma receita especial” que garanta os três pontos, o jogador considerou a que a concentração será relevante para o desfecho do embate agendado para as 20h30 de sábado, 11, no Estádio D. Afonso Henriques.

“Será um jogo disputado, que decidir-se-á nos detalhes. Temos trabalhado em função do que será o próximo adversário. Se estivermos concentrados os 90 minutos, se corrigirmos os erros que temos, aqui e ali, cometido, e fizermos um jogo competente, temos todas as hipóteses”, analisou, pouco antes do início do treino desta tarde na academia do clube.

Um dos obstáculos que o jogador totalista nas primeiras 20 jornadas da prova e o seu colega de setor, Pedro Henrique, também detentor desse estatuto, vão ter pela frente é Soares, ex-jogador vitoriano que se transferiu para os azuis e brancos no mercado de transferências de janeiro.

“Fez o seu percurso e acabou por ir para um clube grande, embora já estivesse num clube grande. É um jogo contra um jogador fantástico, com quem gostei muito de jogar e que vou gostar muito de defrontar”, confessou.

O FC Porto vai entrar em Guimarães, no sábado, com a defesa menos batida do campeonato (11 golos sofridos) e com dois centrais, Felipe e Marcano, que fizeram até agora seis golos na prova, mas Josué, embora tenha reconhecido que as bolas paradas é “um dos pontos fortes” do próximo adversário, afirmou que o Vitória vai também ter a “ambição de “fazer mossa nas bolas aéreas ofensivas”, mantendo a “concentração” nas bolas paradas defensivas.

O capitão recusou que a possibilidade da equipa ascender ao terceiro lugar nas duas últimas rondas, ultrapassando Sporting e Sporting de Braga, tenha tido algum efeito emocional negativo na equipa, até porque, ao longo do campeonato, já viveu momentos semelhantes e conseguiu “dar sempre a volta por cima”.

Josué mostrou-se também em sintonia com a ideia expressa pelo técnico Pedro Martins após o fecho do mercado, que deu conta de um maior equilíbrio no plantel, apesar de ter admitido que é ainda preciso “criar dinâmicas”.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?