JÚLIO MENDES OUVIDO NO PROCESSO E-TOUPEIRA

O presidente do Vitória foi um dos ouvidos no âmbito do processo E-Toupeira, na qualidade de testemunha apresentada pelo SL Benfica. A audição de Júlio Mendes decorreu no passado dia 26.

De acordo com o jornal O Jogo, que teve acesso à audição, Júlio Mendes afirmou que os convites que recebeu da parte do emblema encarnado foram sempre feitos “a nível institucional”. Quanto à gestão de convites feita pelo próprio Vitória no seu estádio, o presidente dos Conquistadores revelou que apenas tem controle da atribuição feita para o camarote presidencial. “Os administradores, por vezes, faziam convites para o camarote presidencial e constatei em algumas situações que tinha pessoas no camarote presidencial que não conhecia, não sabia como estavam lá, qual era o critério. Hoje, a gestão é feita sob o meu controle”, pode ler-se n’ O Jogo.

Júlio Mendes explicou ainda a existência de mais de duas centenas de convites por jogo, para a bancada, sobre os quais não tem conhecimento nem controle uma vez que há uma “série bem mais alargada de pessoas que têm acesso aos convites, através de um critério de bom senso que vamos tendo”.  “Em 16 mil pessoas, diria que são oferecidos algumas centenas de convites. Sim, são seguramente mais de duas centenas”, concluiu Júlio Mendes.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?