LUÍS CASTRO ADMITE ALGUMAS MUDANÇAS NO ONZE PARA O JOGO CONTRA O BENFICA

O Vitória recebe amanhã o Benfica, em jogo a contar para os quartos-de-final da Taça de Portugal. Na antevisão ao encontro Luís Castro revelou que ainda não sabe que onze vai apresentar, deixando em aberto a possibilidade de André André ser opção.

Com três jogos num curto espaço de tempo para gerir, o treinador do Vitória deixou claro que não decidiu ainda que onze vai utilizar na receção aos encarnados. Ainda assim, ficou confirmada a presença de Miguel Silva na baliza. “Não sei que equipa vou apresentar amanhã. Os jogos são muito próximos, acabamos agora o treino da manhã, ainda vamos ter trabalho pela frente em termos de análise para colocarmos o onze. Mas sim, vai haver mudanças. Vou manter o Miguel na baliza. O André André trabalhou hoje integrado no grupo e amanhã veremos a decisão, e a ausência de Tozé é certa, devido ao vermelho direto no último jogo”, explicou Luís Castro.

Para o técnico, é claro que a sequência de encontros vai acabar por afetar a equipa no último desses três jogos, na próxima sexta-feira, frente ao mesmo Benfica.  “No que é a dimensão física e mental, este jogo pode e vai condicionar. Agora, não penso nisso para já. Estamos muito focados no que é a nossa intenção para amanhã para o jogo e iremos fazê-lo de forma dedicada”, acrescentou.

Quanto ao adversário, o técnico revelou uma ideia do que deverá ser a equipa apresentada por Bruno Lage, deixando ainda o aviso de que, seja com o treinador que for, essa é sempre uma equipa forte. “Em relação ao Benfica, apresenta um sistema de 4-3-3, com o João Félix perto do Seferovic e penso que amanhã devem jogar o Fejsa e o Salvio. Isso foi analisado, mas o que o Bruno vai fazer amanhã só ele pode saber. A verdade é que não sei o que pode ou não sentir a equipa do Benfica. Posso dizer é o que sinto da minha equipa e sinto que ela irradia confiança e isso aumenta a minha confiança. O que eu acho é que, seja com Jesus, Rui Vitória ou Lage, uma equipa como o Benfica será sempre uma equipa forte”, afirmou.

Luís Castro considera que o encontro a contar para o campeonato entre os dois emblemas, tal como o jogo no Dragão que terminou com a vitória sobre o FC Porto, são bons indicadores de que tudo é possível. “Esse jogo (na Luz) diz-nos que tudo e possível, que mesmo debaixo de grandes dificuldades, quando apelamos à nossa ambição, é possível mudar os acontecimentos. Há jogos que são indicadores perfeitos para percebermos isso”.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2019 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?