LUÍS CASTRO: “ESPERO UM JOGO DE GRAU DE DIFICULDADE ELEVADO”

Vitória e Moreirense vão discutir o quinto lugar no encontro que encerra a edição 2018/2019 da primeira liga. Com os Cónegos em vantagem e a dependerem apenas de si mesmos para terminarem nessa posição, Luís Castro espera um jogo com “grau de dificuldade elevado”.

Com a última oportunidade para ainda conseguir subir um lugar na tabela, Luís Castro admite que este é um jogo onde há vários objetivos para se tentar cumprir. “Há vários objetivos ainda a serem atingidos. O primeiro é tentar ganhar o jogo, com um bom jogo depois, e como consequência direta disso, terminar em quinto lugar. Por fim, terminar o campeonato com uma vitória. Nesta fase todas as equipas aspiram a isso e nós temos uma motivação extra, que é a de ainda poder subir mais um lugar na classificação”, começou por afirmar o técnico do Vitória.

Apesar de o adversário precisar apenas de um empate nessa disputa pela quinta posição, Luís Castro acredita que terá pela frente um Moreirense “fiel” ao que tem feito ao longo da época. “Espero um Moreirense fiel ao que foi fazendo, que constrói bem por trás, atrai a equipa a uma zona mais baixa para explorar as costas. É um Moreirense que procura estar sempre ligado às ideias demonstradas e espero um jogo de grau de dificuldade elevado. Não consigo perceber quando se fala que, ao precisar de um empate, se vá jogar recuado”, explicou o treinador.

Com várias ausências confirmadas para esta partida, o técnico demonstrou confiança no lote de disponíveis e não espera mais dificuldades do que algumas que já foram ultrapassadas em diferentes fases da temporada. “Todos os jogadores disponíveis para ir a jogo estão com vontade de ir. E isso é suficiente para entrar com tranquilidade. Ao longo da época demonstramos algumas insuficiências e dificuldades, mas as ausências deste jogo não são superiores a isso. Tivemos um campeonato muito duro e não é agora que me vou lamentar”, revelou, acrescentado que a equipa não terá um comportamento diferente nesta última partida. “Só tem de ter comportamentos diferentes quem está de mal com a sua consciência. Houve uma coisa que sempre tivemos: fomos sempre a jogo com vontade e com a consciência de trabalho feito. Tivemos maus resultados, mas exibições, mas também bons momentos”, concluiu Luís Castro.

De recordar que Tozé, por castigo, não será opção, juntando-se assim a Florent, Rafa Soares, Wakaso, André André e Aziz, indisponíveis por lesão. Em sentido contrário está Guedes, que deverá regressar às opções.

 

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2019 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?