MANUEL MENDES

Nome completo: Manuel Freitas Mendes
Nascimento: 14 de Abril 1971 Guimarães, Portugal
Profissão: Atleta

Manuel Mendes, 45 anos, é o primeiro atleta vimaranense a estar nuns Jogos Paraolímpicos. A sua presença na Maratona (Classe T46) do Rio de Janeiro, a 18 de setembro, é uma certeza e, por isso, foi homenageado na passada sexta-feira, 05, pela Câmara Municipal de Guimarães. O protocolo manda que ao agraciado sejam entregues prendas simbólicas e, tal como como outros vimaranenses que estão a disputar os Jogos Olímpicos, Manuel Mendes iria receber uma caricatura desenhada por Miguel Salazar. Só que o “perfecionismo do autor”, justificou o vereador responsável pelo Desporto, Amadeu Portilha, impediu que a obra chegasse ao atleta a tempo. Ao que Manuel Mendes responde: “Falta-lhe o braço”.

A capacidade de brincar consigo próprio, desarmando quem ainda possa estar constrangido perante a sua deficiência, é a principal característica do atleta paraolímpico. No seu discurso de agradecimento endereçou palavras à família e amigos “tantas vezes prejudicados” por esta dedicação ao atletismo. Dirigiu ainda palavras sentidas ao seu treinador, Ricardo Ribas (que também é atleta olímpico e parte para o Rio a 17 de agosto para disputar a maratona), e ao Vitória, clube pelo qual corre: “Foi possível com muito trabalho, ajuda e dedicação. Tenho um apoio fantástico: da família, dos amigos, do treinador, da autarquia e do Vitória. Não tenho motivos para me queixar. Tenho apenas que continuar a trabalhar de pés bem assentes no chão”, disse.

Há uma geração de jovens adultos que se lembra dele por ser o funcionário de um salão de jogos nas imediações da Escola Secundária Francisco de Holanda. “Caramba, que ele só com uma mão jogava matrecos melhor do que muitos que passavam lá as horas livres da escola”, já ouvi comentar. Um acidente com uma máquina agrícola amputou-lhe o braço esquerdo acima do cotovelo quando era miúdo. Há 15 anos começou a correr com um tio que já fazia atletismo. E desde então é vê-lo a chegar onde nunca imaginou: “Há uns anos, se me perguntassem se estaria apurado para os Paraolímpicos, ia rir-me às gargalhadas”.

Para Domingos Bragança, presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Manuel Mendes é “um exemplo que dá força para reforçar o investimento na dimensão desportiva, nas infraestruturas físicas e no apoio à formação”. “É um exemplo que nos dá muita força”, sublinhou, enquanto Manuel Barros, diretor regional do Norte do Instituto Português do Desporto e Juventude, destacou que o atleta já é campeão, “independentemente do resultado que tenha debaixo do sol tórrido do Rio de Janeiro”. Já o vice-presidente do Vitória, Pedro Coelho Lima, puxou os galões ao emblema do rei dizendo que esta “é a primeira vez que o Vitória tem um atleta nos Jogos Olímpicos e a primeira nos Jogos Paraolímpicos. Para o Vitória é especial e é revelador do trabalho que temos feito”.

Em 2015, o vimaranense sagrou-se campeão nacional de Estrada em Desporto Adaptado, na cidade da Maia, participou na Maratona de Sevilha ao serviço da seleção nacional, classificando-se em 2.º lugar na categoria Atletas Adaptados, batendo o seu recorde pessoal,  e esteve na Maratona do Porto onde alcançou os mínimos para participar no Campeonato do Mundo IPC em Londres em abril de 2016. Aí, conquistou o 4.º lugar batendo uma vez mais o seu recorde pessoal e carimbou a sua presença no Projeto Paraolímpico Rio 2016. Ainda este ano, Manuel Mendes revalidou o título de campeão nacional de Estrada, na categoria de Desporto Adaptado.

Por: Catarina Castro Abreu

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?