Museu Virtual da Lusofonia passa a unidade cultural

Foi aprovada, a 22 de fevereiro, no Conselho Geral da Universidade do Minho, a passagem do Museu Virtual da Lusofonia (MVL) a unidade cultural. 

Criado em 2017, o objetivo do MVL é “articular as possibilidades da tecnologia digital com a preservação, pesquisa e divulgação do património histórico-cultural dos países de língua portuguesa, contribuir para a ampliação do conhecimento recíproco entre estes países, aproximando os seus povos e promover o diálogo intercultural”. 

“Enquanto unidade cultural, o MVL direciona o seu trabalho no sentido de corporizar uma importante aposta da Universidade do Minho na extensão universitária e na transferência de conhecimento, na promoção da língua portuguesa como língua de cultura e de ciência, no acesso aberto ao conhecimento e no desenvolvimento das comunidades do espaço lusófono através da internacionalização do património cultural”, lê-se no site do Instituto de Ciências Sociais. 

Conta, atualmente, com a colaboração de cerca de 100 investigadores e 30 instituições (universidades e associações culturais e artísticas) dos vários países de língua oficial portuguesa.

Em setembro de 2020, o MVL passou a integrar a plataforma Google Arts & Culture, numa cerimónia que contou com a presença do Ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva. 

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?