NÓ DE SILVARES: DOMINGOS BRAGANÇA ESPERA QUE A OBRA ARRANQUE EM FEVEREIRO

Presidente do Município de Guimarães sublinhou que pode existir “alguma questão” que possa atrasar a obra, que faz parte do projeto da via do AvePark.

Desnivelamento da rotunda permitirá ligação direta da autoestrada à variante de Creixomil. ©Direitos Reservados

O presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, adiantou que se espera que a obra do desnivelamento da rotunda de Silvares, a de acesso à autoestrada, “comece no mês de fevereiro”. Resolvida a questão do Tribunal de Contas, que já concedeu o visto à empreitada, espera-se que a obra arranque, tal como Edil adiantou na última reunião de câmara de 2019, no “primeiro trimestre do ano”.

À margem da sessão de início das ações de formação do projeto “O Ave para Todos”, na EB 2, 3 Abel Salazar, em Ronfe, o autarca sublinhou, contudo, que imprevistos podem, contudo, acontecer: “É da responsabilidade da Infraestruturas de Portugal e pode haver alguma questão que eu não conheça, mas não vejo nenhum problema e nenhuma questão que possa adiar. Pode acontecer algo que atrase, mas espero que não”, disse.

A obra representa a primeira fase da via do AvePark, que contempla ainda uma rotunda na zona do parque industrial de Ponte (segunda fase) e o tramo de ligação ao parque tecnológico. O desnivelamento da rotunda de Silvares permitirá uma ligação direta entre a autoestrada e a variante de Creixomil e representa um investimento de 2,5 milhões de euros. Desses, como informou Domingos Bragança na reunião camarária de 23 de dezembro, “cerca de 80%” são da Infraestruturas de Portugal e o restante do município.

Para além do desnivelamento do nó de Silvares, espera-se, naquela freguesia, o início de outras obras que dificultarão o normal decorrer do dia-a-dia na via pública. Lembre-se que iniciarão as intervenções para a via de ligação de Reboto a Mouril, através da construção de uma “plataforma da via, passeio e ciclovia, bem como ligações aos arruamentos existentes, faixas ajardinadas de proteção e enquadramento”, como se lê no Despacho n.º 9449/2019, publicado em Diário da República. Espera-se o início da ligação da rotunda de Mouril até Pinheiro Manso, na mesma zona. Prevê-se ainda a construção da ligação entre a rua do Corgo e a rua da Gandra, integrada na plataforma para a terciarização de Silvares.

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?