fbpx

No verão, haverá cinema drive-in em Guimarães

Conceito faz a sua estreia em Guimarães em agosto. E terá o castelo como fundo.

© DR

Novos tempos, velhos hábitos (pelo menos nalguns pontos do globo). O distanciamento social é a norma em tempos excecionais e 2020 é o ano para o regresso de um clássico: o cinema drive-in, no qual a plateia está dentro do carro. Em Guimarães, o conceito nunca estacionou, mas fará a sua estreia no Campo de São Mamede à boleia do 32.º “Cinema em Noites de Verão”, organizado pelo Cineclube e pelo município. A informação foi avançada ao Mais Guimarães por Carlos Mesquita, presidente do Cineclube de Guimarães. E, por detrás da tela, ergue-se o castelo, que servirá como espécie de fundo numa “boca de cena” natural.

De acordo com Carlos Mesquita, falta apenas ultimar alguns detalhes técnicos, nomeadamente no que diz respeito ao ecrã. “As pessoas usarão a frequência da rádio para ouvir o som do filme e será só para quem se deslocar de carro”, explicou. Para o vimaranense, esta é uma opção “interessante e adequada aos tempos que correm”, providenciando “uma experiência diferente” aos que marcarem presença. Ainda não se conhecem os filmes que serão exibidos, mas sabe-se que a projeção será digital; ou seja, “é como ir ao cinema” a que estamos habituados. Numa “tentativa de resposta aos receios das pessoas”, Carlos Mesquita frisou que esta será uma “alternativa temporária”. A organização do Campo de São Mamede está ainda a ser estudada, pelo que não se conhece, ainda, a lotação do espaço.

Com um “Cinema em Noites de Verão” diferente, o presidente do Cineclube lembrou que o intuito “é continuar com esta ideia muito antiga de ter cinema ao ar livre”. “Em Guimarães, começou-se a fazer [a projeção de filmes ao ar livre] de forma muito esporádica após o 25 de abril. Depois, no final da década de 1980 é que passou a ser de forma sistemática e ganhou esta denominação”, recordou. O cinema drive-in poderia ter feito a sua estreia “em 2012”, aquando da Capital Europeia da Cultura, disse, mas questões orçamentais não levaram a intenção adiante. Agora, “com o apoio do município”, a ideia ganhará forma.  

Até aqui, o “Cinema em Noites de Verão” enchia as noites de agosto com um ciclo de filmes no Largo da Oliveira. A proposta foi sempre a mesma: retirar os vimaranenses (e não só) das suas casas e trazê-los para uma espécie de sala de estar ao ar livre. No ano passado, à 31.ª edição, o certame mostrou filmes de 2019 como “Dumbo” ou “Toy Story IV”, mas também outros títulos como o português “Diamantino” (2018) ou a versão mais recente do “Parque Mayer”. Este ano, de forma diferente, aguardam-se os títulos a projetar. E com a esperança de que, no próximo ano, a 33.ª edição volte aos moldes normais.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

SUBSCRIÇÃO GRÁTIS

RECEBA O JORNAL MAIS GUIMARÃES

NO SEU EMAIL

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?