“NOVO VITÓRIA” DEU O PONTAPÉ DE SAÍDA DA CAMPANHA ELEITORAL

A lista “Novo Vitória” iniciou, na noite desta sexta-feira, a campanha eleitoral com uma sessão de esclarecimentos na EB1 de Longos.

Júlio Vieira de Castro, candidato à presidência do Vitória Sport Clube, voltou a explicar o programa eleitoral e foi respondendo às questões levantadas por alguns dos cerca de 50 sócios presentes na sessão. O engenheiro de 43 anos abordou insistentemente as suas pretensões no que toca à formação do clube. “A formação, por si só, não será suficiente para alimentar as equipas A e B”. A integração dos jovens atletas na equipa principal será, portanto, um processo “gradual”: “teremos forçosamente de ir ao mercado”.

O candidato voltou a afirmar que já tem investidores para a SAD vitoriana, mas voltou a remeter o anúncio dos nomes para mais tarde. “É importante que o clube arranje outras formas de financiamento. Já há investidores mas teremos que nos voltar para a nossa região. O Vitória não pode estar limitado ao seu concelho”, disse.

Quanto ao marketing e comunicação, Júlio Vieira de Castro anunciou a aplicação de um software, através do qual o clube possa saber quais são os interesses dos sócios. “Desta forma as empresas podem usar o Vitória como um meio para vender os seus produtos”, explicou.

Abordado por um sócio que abandonou o seu lugar anual devido à criação da zona Corporate, na bancada Poente, Júlio Vieira de Castro anunciou que, caso vença as eleições, irá acabar com essa zona restrita. “Esta fórmula levou à humilhação dos sócios. O regulamento da UEFA não exige a criação daquela área”, afirmou o candidato.

Para amanhã, sábado, estão marcadas mais duas sessões, no salão paroquial de Santo Estêvão de Briteiros, pelas 15h00, e na Junta de Freguesia de Oleiros, pelas 21h00.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?