CarClasse
CarClasse
Obras na EN206 deverão arrancar este ano e custar entre 08 a 10 milhões diz Domingos Bragança

Domingos Bragança, presidente da Câmara Municipal de Guimarães, revelou que na última reunião que teve com a administração da Infraestruturas de Portugal (IP), há cerca de um mês, a estrutura informou-o "que o procedimento para a abertura do concurso para a obra estava a ser feito. Teremos obra, se o concurso não ficar deserto, a iniciar este ano", acrescentou.

© Direitos Reservados

Na reunião do executivo municipal desta quinta-feira, dia 29 de fevereiro, o edil apontou que os trabalhos na EN206 que liga a cidade de Guimarães a Famalicão serão de fundo e da “inteira responsabilidade da IP. A intervenção de requalificação é a pavimentação e nas águas pluviais por parte da IP e é uma obra muito importante. É uma obra para 08 a 10 milhões de euros, é isso que temos como valor.”

Questionado sobre a projeção da ligação entre Guimarães e a zona oeste do concelho (vila de Ronfe) através do BRT, Domingos Bragança apontou que o município “está focado no BRT entre a cidade e a zona Norte do concelho e a sua ligação a Braga, à futura estação de alta velocidade. Vamos focar-nos nesta primeira fase sem prejudicar o desenvolvimento dos projetos de ligação a Moreira de Cónegos e a Lordelo e na 206 a Ronfe e Famalicão. Temos que concertar esforços para o projeto ser validado, termos financiamento definitivo e para executar esta obra importante.”

Este tema foi debatido antes do período da ordem do dia após Ricardo Aráújo, vereador eleito pela coligação “Juntos por Guimarães”, recordar a importância da ligação entre a cidade e a zona oeste do concelho: “A EN206 é importante pela ligação interconcelhia mas pelo facto de fazer ligação a vilas fundamentais do nosso concelho. Apesar de estar prometida a requalificação há vários anos, o governo falhou com Guimarães. Há um zigue-zague constante entre a IP e protocolos com as câmaras e ao fim destes anos não há o início da requalificação.”

Além da requalificação desta estrada, Ricardo Araújo recorda que “o BRT tem de ser pensado como uma solução para o transporte publico interconcelhio que garanta uma via dedicada a Norte, Sul e Oeste. Isto é fundamental mas claro que temos de ir por etapas.”

Para o social-democrata, “não faz sentido ao dia de hoje estarmos a estudar e a planear esta ligação do BRT que possa servir de ligação em canal dedicado até Famalicão. Guimarães está a marcar passo e a ficar para trás”, rematou.

Recorde-se que há cerca de duas semanas foi feita uma petição a exigir obras de requalificação na EN206 pelos automobilistas. No documento pode ler-se que “a situação atual dessa estrada é precária e apresenta diversos problemas que afetam a segurança e o conforto de todos os motoristas que por ela transitam diariamente. Durante a noite, a iluminação da estrada é escassa, o que compromete a visibilidade dos condutores e aumenta os riscos de acidentes. Solicitamos que todas as medidas cabíveis sejam tomadas para realizar obras de melhoramento e manutenção na Estrada Nacional 206 entre Famalicão e Guimarães, garantindo assim a segurança e o bem-estar de todos os utilizadores”, acrescenta a nota.

PUBLICIDADE

Arcol

Partilhar

PUBLICIDADE

Ribeiro & Ribeiro
Instagram

JORNAL

Tem alguma ideia ou projeto?

Websites - Lojas Online - Marketing Digital - Gestão de Redes Sociais

MAIS EM GUIMARÃES