“OUTROS PALCOS MAIS CULTURA”: BRITO, RONFE E TAIPAS SÃO CASA DO PROJETO EXCENTRICIDADE NESTE SÁBADO

O projeto cultural “Excentricidade – Outros Palcos Mais Cultura” tem como objetivo estratégico a criação de novas centralidades de consumo/criação artística e cultural (no domínio da dança, música, teatro e cinema).

Espétaculos “ocupam” as três freguesias no próximo sábado ©CMG

Os primeiros espetáculos do ano 2020 no âmbito do projeto “Excentricidade – Outros Palcos Mais Cultura” decorrem este sábado, 18 de janeiro, nas vilas de Brito, Caldelas e Ronfe.

No Espaços Criativos de Brito está programado o concerto de “Hot Air Balloon”, às 21h30, com Sarah Jane Burke (voz) e Tiago Machado (guitarra). Os Hot Air Balloon nasceram no verão de 2013, na cidade de Vigo, em Espanha e, desde então, cativam a atenção de público de vários países. A voz de Sarah Jane Burke funde-se com a musicalidade de Tiago Machado numa combinação que se reflete em atuações intimistas inesquecíveis.

Em Caldas das Taipas, no auditório dos Bombeiros Voluntários, decorre o concerto de “Fuzo”, um novo projeto proveniente do movimento rock com epicentro em Caldelas, a partir das 21h30. Neste momento, os “Fuzo” estão a lançar os seus dois primeiros singles de estreia que precedem o lançamento do seu primeiro registo.

Em Ronfe, no Salão Paroquial, está programado a peça teatral “Brócoli – Cia Nós as Duas”, com início às 15h00. Tan Tan é uma palhaça que tenta sobreviver e encontrar o caminho da felicidade no lado de fora, bem à margem da sociedade. É nesta simplicidade que conhece o seu grande amigo Brócoli e juntos constroem com risos momentos únicos. No encantado universo do clown, entre gagues clássicas e risos soltos, Tan Tan e Brócoli confrontam com as dificuldades do dia a dia dos sem abrigos e mostram o quão precioso é ser feliz.

O projeto cultural “Excentricidade – Outros Palcos Mais Cultura” tem como objetivo estratégico a criação de novas centralidades de consumo/criação artística e cultural (no domínio da dança, música, teatro e cinema). O projeto atua no território concelhio, em novos palcos, e oferece a mesma filosofia encetada nos espaços culturais da cidade: acrescentar novas camadas de significado cultural ao sedimentado, criar novas oportunidades para públicos e criadores, gerar mais patamares no desenvolvimento do cidadão enquanto ser cultural e contribuir para o fortalecimento das relações humanas, da cidadania responsável, do esclarecimento e da partilha.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?