PCP: “Cansaço e saturação” de trabalhadores das cantinas

Em várias escolas de Guimarães, trabalhadores da cantina fizeram greve durante esta segunda-feira. Alguns membros da Direção Regional e da Comissão Concelhia de Guimarães do PCP estiveram presentes junto à escola secundária Francisco de Holanda.

O diálogo com estas trabalhadoras “confirmou a justeza das suas reivindicações e permitiu conhecer melhor os seus problemas”. Em comunicado, o PCP referiu como problemas os vínculos laborais precários e a falta de recursos humanos e condições para as tarefas necessárias.

“Neste momento é evidente o cansaço e saturação por parte destas trabalhadoras que carregam às costas as tarefas de vários, mas que continuam a receber muito pouco ao fim do mês”, refere o partido.

Embora a reversão da concessão das cantinas escolares para a gestão pública e a reposição dos meios humanos e materiais necessários ao bom funcionamento das cantinas escolares seja “a solução futura, é urgente e justo que sejam atendidas as reivindicações dos trabalhadores das empresas concessionárias”.

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?