Pedro Bacelar de Vasconcelos considera que crise democrática se ultrapassa com mudança do sistema eleitoral

O debate questionou ainda as circunstâncias da atual governação e oposição do país.

ps guimarães com barra (2)

Pedro Bacelar de Vasconcelos foi o convidado de mais uma csessão no âmbito da Conferência Permanente de Política Democrática, promovida pelo PS de Guimarães, no passado dia 15 de abril.

© Direitos Reservados

O socialista defendeu que “a democracia só se reforça se houver verdadeiras alternativas de governo e a descrença de muitas das pessoas na democracia deriva do facto de percecionarem as suas escolhas como irrelevantes, no que aos dois partidos centrais diz respeito”.

Pedro Bacelar de Vasconcelos sustenta que a superação da atual crise democrática se pode minimizar desde logo, em Portugal, através da “regionalização e da mudança do sistema eleitoral, personalizando-o mais do que hoje, mas sem perder a sua essencial proporcionalidade”.

Estas propostas, defendeu o constitucionalista socialista, deverão ser acompanahdas de uma “requalificação dos quadros partidários, cada vez mais pobres nos seus percursos profissionais e culturais, cada vez mais dependentes do carreirismo interno e dos favores das máquinas partidárias”.

Moderado por Bruno Faria, este debate também incidiu nas crescentes desigualdades sociais em toda a Europa, que tâm dificultado a ação dos partidos socialistas e sociais-democratas.

A desigualdade de rendimentos entre os trabalhadores em geral e os administradores das empresas foi, aliás, um dos tópicos abordados por de Ricardo Costa, líder do PS de Guimarães, quando criticou “a desproporção entre uns e outros”, dando o exemplo recentemente divulgado pelo Expresso segundo o qual os CEOs do PSI20 ganham, em média, 36 vezes mais que os seus trabalhadores, ranking encabeçado pelo CEO da Jerónimo Martins, Pedro Soares dos Santos, que ganha mais 186 vezes que a média dos salários brutos dos trabalhadores do grupo a que preside.

Com a presença de António Magalhães e António Mota Prego, o debate questionou ainda as circunstâncias da atual governação e oposição do país.

PUBLICIDADE

Arcol

Partilhar

PUBLICIDADE

Ribeiro & Ribeiro
Instagram

JORNAL

Tem alguma ideia ou projeto?

Websites - Lojas Online - Marketing Digital - Gestão de Redes Sociais

MAIS EM GUIMARÃES