PEDRO MARTINS PRETENDE “REAÇÃO FORTE” DIANTE DO FEIRENSE

O técnico do Vitória avançou nesta sexta-feira que a equipa está preparada para responder às duas derrotas sofridas com o Benfica e concentrada no duelo com o Feirense, de sábado, às 20h30. O treinador prometeu o “onze” mais próximo possível do ideal, apesar do jogo na quarta-feira com o Sporting da Covilhã, para os quartos de final da Taça de Portugal.

Pedro Martins avançou, na conferência de antevisão, à partida de Santa Maria da Feira, relativa à 17.ª jornada da Primeira Liga, que os seus jogadores estão “preparados” para o que resta da primeira volta e para toda a segunda metade que há pela frente e que os desaires frente ao Benfica já “fazem parte do passado”, esperando uma resposta frente a um adversário difícil.

“[Espero] uma reação forte dentro daquilo que é a nossa realidade e do que pretendemos. É um jogo importante numa casa que eu conheço bem. Vamos ter uma equipa aguerrida que nos vai criar dificuldades”, avançou o timoneiro da equipa da cidade-berço.

O técnico reiterou que, desde o princípio da época, o “grande objetivo” da equipa é o campeonato, garantindo, por isso, um “onze” na “máxima força” no Estádio Marcolino de Castro, apenas concentrado no duelo com os fogaceiros, apesar da partida dos quartos da “prova rainha” do futebol nacional, na Covilhã, na próxima quarta-feira.

Pedro Martins mostrou-se confiante de que a equipa vai apresentar “mais consistência” sobre o relvado na segunda volta, após, nos últimos jogos, ter realizado melhores segundas partes do que primeiras, com exceção de ambos os duelos com as “águias”.

O treinador garantiu ainda que o clube está a cuidar do seu “futuro” neste mercado de transferências, “independentemente de haver entradas ou saídas”, como o provam os casos do lateral-esquerdo Konan, do médio João Pedro e do extremo Raphinha, e referiu que não vê ansiedade em jogadores alvos de eventuais propostas de outros emblemas.

“Fala-se no Josué e do Soares, fala-se em vários jogadores [para saírem]. Eles estão muito tranquilos. Não vejo ninguém ansioso pela perspetiva de uma futura saída. Está toda a gente concentrada a desenvolver as suas tarefas”, afirmou.

O jogo marca ainda o regresso de Pedro Martins à terra natal e ao clube que representou durante 15 anos e no qual iniciou a carreira profissional, transferindo depois para o Vitória em 1994/95. O técnico disse que as “suas raízes” estão no Feirense e desejou que o emblema fogaceiro alcance a manutenção, embora esteja focado em alcançar mais três pontos no sábado.

 

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2019 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?