“PEQUENINO, MAS VALENTE”: O MOREIRENSE CELEBRA 81 ANOS

Clube vimaranense — cujo axadrezado tem origens portuenses — celebra o 81.º aniversário entre um calendário ocupado de jogos.

© Moreirense FC

O refrão do hino do Moreirense resume a história do clube vimaranense: “Nasceu pequenino, mas valente pelo bem e contra o mal, ganhou asas, voou alto e foi em frente, hoje é grande em Portugal”. O trajeto calcorreado pelos Cónegos nos relvados, iniciou em 1938 e deu aos seus adeptos a alegria da Taça da Liga, que o clube conquistou em 2016/ 2017, mas também trouxe a tristeza das descidas, o alívio da manutenção e a euforia da subida de escalão.

O clube, que começou a jogar no campo de Fermiz, inaugurado no final de Abril de 1939 (segundo o Notícias de Guimarães de 14 de Maio de 139, lê-se no site do clube) recebe o Vitória no dérbi concelhio este sábado, pelas 20h30, na atual casa do Moreirense, o Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas. Por entre a quantidade de partidas disputadas ao longo dos últimos dias, o foco continua na competição, apesar de haver espaço para assinalar os 81 anos do clube, apontados em comunicado do atual presidente, Vítor Magalhães.

© Moreirense FC

No site do Moreirense, narra-se a história: os “principais responsáveis” pelo nascimento do clube foram Álvaro Almeida e António Pacheco, “funcionários com alta responsabilidade na Indústria Têxtil Cuca”, na mesma freguesia. “Proliferam testemunhos que eram pessoas de fácil trato e com capacidade para reunir os trabalhadores à volta de grandes desafios”, acrescenta-se. O primeiro presidente foi Álvaro Almeida, mas António Pacheco — “homem com grande paixão pelo futebol” — tomou as rédeas da “prática e organização dos jogos”. O xadrez dos equipamentos do clube tem origem nas ligações de Francisco Félix, que apoiou a fundação do Moreirense, ao Boavista FC (integrava os órgãos sociais do clube).

De volta ao presente, Vítor Magalhães, presidente do emblema, apontou que o clube “continua igual a si mesmo”, pautado pelo “trabalho e dedicação, onde impera a humildade e a ambição”. E diz ainda que o resultado de tudo isso é o “desenvolvimento diário da Vila Desportiva do Moreirense'”, apresentada aquando do 80.º aniversário do clube vimaranense. “Esta construção irá munir o nosso futebol profissional de condições de treino de altíssimo nível, mas também servirá todo o futebol de formação, firmando, ainda mais, o Moreirense como uma referência no futebol de formação”, acrescentou o presidente.

O Moreirense ocupa a 12.ª posição da tabela classificativa da I Liga. O clube chegou pela primeira vez ao escalão principal do futebol profissional em Portugal em 2002. Na época transata, de 2018/ 2019, ficou mesmo às portas das competições europeias, terminando o campeonato em 6.º lugar.  

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?