PRESERVAR O CENTRO HISTÓRICO, É DEFENDER A HISTÓRIA

Rui Armindo Freitas,

Economista

Ultimamente muito tem sido dito sobre os locais onde se têm realizado alguns, já habituais, eventos. Uns a favor, outros contra, mas ninguém ficou indiferente, à alteração da feira afonsina de local, à falta de programação para algumas praças do centro histórico na noite branca e, agora, já se adensa a discussão sobre a alteração do local onde se poderão encontrar os tão populares divertimentos das festas Gualterianas.

Há anos, que defendo, que deve ser encontrado um rumo no que respeita à forma como de ser visto o centro histórico. Se devemos olhá-lo como um mero parque de diversões, ou, ao invés, queremos que seja habitado, vivido e que mantenha a alma do que é ser vimaranense. Assim defendo também, há tempo bastante, que deve ser retirada pressão do centro histórico, pressão que representa um excesso de festividades e celebrações que tornam num inferno a vida das pessoas que lá vivem.

O centro histórico, como jóia da coroa do património vimaranense, deve ser poupado de excessos que celebrações ininterruptas acabam por causar. Com isto não defendo fecho de bares nem estabelecimentos de restauração, apenas um compromisso, que possa tornar possível a harmonia entre a vivência e a fruição do espaço público. Entendo também, que estes grandes eventos devem ser aproveitados para dar “novas” praças, ruas e largos, difundindo a vivência cultural para lá do centro histórico, conquistando novos roteiros à nossa cidade. O centro histórico tem hoje público por si só, não parecendo necessário continuar sobrecarrega-lo esquecendo que ainda há muito para conhecer, descobrir e fruir. No que às Gualteriana respeita, aí já não falamos de centro histórico, contudo, temos de reconhecer, que o local onde se encontravam as diversões, era tudo menos apropriado para o fim a que durante anos se destinou. Como frequentador, com crianças, daquele espaço, atesto a falta de segurança e a falta de condições de salubridade no espaço onde se encontravam instalados os carrosséis, não sendo de todo aquele o local ideal para acolher tamanhas enchentes e dignificar as festas da cidade. Contudo, também não farei a defesa do local escolhido, pois, se não tem a concordância das demais autoridades civis, de segurança e protecção civil, deve ser repensado. Entendo isso sim, que a solução deve começar a ser trabalhada atempadamente, com todos os agentes envolvidos na organização, de maneira a que se encontre um local digno, seguro e que permita potenciar as Gualterianas como uma celebração ex-libris do norte de Portugal.

No próximo sábado, a mais representativa instituição do concelho vai a eleições, o Vitória Sport Clube. Antes de qualquer consideração, há um agradecimento que tenho de deixar à direcção demissionária pelo trabalho prestado. No tempo em que exerceram funções, sanearam as contas do clube, e reergueram o Vitória. Júlio Mendes e a sua equipa serão sempre recordados como os obreiros da nossa primeira taça de Portugal. Em relação ao acto eleitoral, e como sócio, deixa-me feliz, que esteja a existir uma discussão clara e elevada e que tem dignificado o Vitória. Deixa-me particularmente feliz, que haja 3 candidaturas representadas por pessoas, umas mais, outras menos conhecidas no concelho, mostrando que o Vitória é capaz de trazer ao envolvimento até o sócio mais anónimo e que nunca se sentiu instado a participar na vida pública ou associativa. Só atesta o que a paixão pelo clube desperta em todos nós. Deixa-me feliz também que nem só os filhos da terra sejam candidatos, o facto de termos este ano uma candidatura encabeçada por um portuense mostra também que o Vitória não é, nem deve ser só dos vimaranenses, mas ter ambição regional.

No que a mim diz respeito, dos 3, há um que conheço melhor, conheço a sua têmpera, o seu percurso e a sua vivência do clube e de Guimarães. Pela competência, pela ambição e por acreditar que tem o perfil e o projecto certos para o nosso clube, espero que o nosso próximo presidente seja Daniel Rodrigues.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2019 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?