PROGRAMA “WIFI4EU” FOI APRESENTADO EM GUIMARÃES

O auditório da Fraterna, em Guimarães, foi o palco da apresentação do programa “WiFi4EU”, um projeto que visa criar um “mercado único digital”, levando o acesso à internet a todos os espaços públicos da União Europeia.

O projeto da Comissão Europeia conta com o apoio da Associação Nacional dos Municípios Portugueses e da ANACOm, autoridade nacional de comunicações. João Cadete de Matos, presidente da ANACOM, explicou que o objetivo é “ter em todo o país o acesso à fibra ótica”.

Numa primeira fase, apenas os municípios portugueses pode realizar a candidatura, mas, num futuro próximo, outras entidades poderão fazê-lo. O apoio financeiro máximo nesta primeira fase é de 15 mil euros por município. Ao todo, o investimento da União Europeia chega aos 120 milhões de euros, permitindo que o programa abranja pelo menos seis mil comunidades locais.

Segundo João Cadete de Matos, o programa já se encontra com algum atraso: “a fase de candidaturas já devia ter começado”, afirmou. “É um procedimento simples e ao longo do ano queremos ter isto no terreno”, adiantou. Até ao final do ano haverão mais quatro fases de candidaturas ao programa.

O presidente da ANACOM foi mais longe e revelou que uma das suas preocupações, é a concorrência: “além da qualidade do serviço, queremos preços competitivos”. No entanto, João Cadete de Matos revelou que, nos indicadores de reclamações da população, há menos reclamações na região minhota. “Aqui há um nível de satisfação mais elevado, por haver um bom nível de concorrência”. No entanto, Guimarães tem uma desvantagem por se inserir num vale, o que dificulta o acesso à rede”.

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?