PS assinala “acerto da aposta” da Câmara Municipal na criação do Campus Universitário de Couros

A aposta nos jovens "altamente motivados e qualificados", para virem estudar em Guimarães, constitui uma "garantia de futuro e presente para todos os vimaranenses e todos os portugueses", diz o dirigente socialista.

Ricardo-Costa

Em nota enviada à comunicação social, Ricardo Costa, presidente da concelhia do Partido Socialista, assinala que o “PS de Guimarães congratula-se com a atratividade da licenciatura em Engenharia Aeroespacial da Universidade do Minho e com o acerto da aposta da Câmara Municipal de Guimarães no projeto do Campus Universitário de Couros”.

© Mais Guimarães

A Licenciatura em Engenharia Aeroespacial da Universidade do Minho, sediada em Guimarães, registou a maior classificação de entrada no ensino superior em Portugal, trazendo até Guimarães alguns dos jovens estudantes mais qualificados do país, e assim “enriquecendo não só o polo de Guimarães da Universidade do Minho e a região, mas também, especificamente, ajudando a qualificar Guimarães como cidade de ciência, conhecimento e cultura”, diz a nota assinada pelo presidente da concelhia socialista.

Ricardo Costa destaca que a licenciatura em Engenharia Aeroespacial constitui uma das licenciaturas e campo de investigação mais avançado da Universidade do Minho e do país, desenvolvendo-se segundo um modelo de parcerias internacionais que a tornam “um dos núcleos mais atrativos de formação, investigação e desenvolvimento tecnológico do sistema educativo e de investigação nacionais”.

Foi, aliás, acrescenta, “por ter compreendido a vocação e o investimento profundamente inovador desta licenciatura, mas também do conjunto dos saberes e possibilidades educativas e tecnológicas da Universidade do Minho”, que a Câmara de Guimarães, sob a liderança do presidente socialista Domingos Bragança, tem vindo a “contribuir decisivamente para a consolidação daquilo que é o Campus Universitário de Couros”, onde se fixam o Instituto de Design de Guimarães (IDEGUI) – Associação para a Regeneração Económica, a Universidade das Nações Unidas, o Centro Avançado de Formação Pós-Graduada e a Licenciatura em Teatro, associada ao novo teatro Jordão, mas também o Centro Ciência Viva e, após a recuperação da antiga fábrica têxtil do Arquinho, a licenciatura em Engenharia Aeroespacial, que entretanto decorre no campus de Azurém.

Este projeto de promoção da educação, desenvolvimento e investigação superiores, associado à recuperação patrimonial da zona de Couros, “tem constituído uma das principais apostas do governo socialista local, contribuindo ativa e vivamente para a qualificação e atratividade de Guimarães, trazendo até Guimarães alguns dos jovens estudante, cientistas e áreas de investigação mais qualificadas de Portugal e do mundo”, diz ainda Ricardo Costa.

A aposta nos jovens “altamente motivados e qualificados”, para virem estudar em Guimarães, constitui uma “garantia de futuro e presente para todos os vimaranenses e todos os portugueses”, termina o dirigente socialista.

PUBLICIDADE

Arcol

Partilhar

PUBLICIDADE

Ribeiro & Ribeiro
Instagram

JORNAL

Tem alguma ideia ou projeto?

Websites - Lojas Online - Marketing Digital - Gestão de Redes Sociais

MAIS EM GUIMARÃES