PS REAGIU AO OUTDOOR E CONFERÊNCIA DE IMPRENSA DO PSD

 

O PS Guimarães reagiu à conferência de imprensa desta manhã do PSD, acerca do desnivelamento do nó de Silvares e dos problemas de acessibilidade na cidade-berço.

Em comunicado enviado às redações, os socialistas recordaram que “foi pelo trabalho da Câmara Municipal liderada pelo PS que em março de 2017 foi assinado um protocolo com a Infraestruturas de Portugal e o governo para a execução da obra, foi por contínua insistência do Presidente da Câmara que foi concluído o projeto, estando neste momento em fase de lançamento o concurso de obra, prevendo-se o seu início em meados do corrente ano de 2019, com conclusão prevista para 2020”. “Talvez porque, com o início muito próximo da sua execução, iria terminar o tempo das queixas, o PSD apareceu com este último ‘outdoor’ e mais esta conferência de imprensa”, apontou o PS.

No mesmo documento, os socialistas referiram o facto de o PSD ser contra a transferência do diploma das vias de comunicação, que a autarquia vimaranense já aceitou (com condições), um tema debatido na Assembleia Municipal extraordinária de segunda-feira, 28. “O PSD, na sua intervenção ontem em assembleia municipal, manifestou-se contra, defendendo que nada devia ser aceite das competências do governo. O PS sabe que o estrangulamento rodoviário em Silvares já estaria resolvido há muito, se fosse competência municipal, não está porque não foi transferida antes por qualquer governo do PS ou do PSD”, lê-se.

 

Leia o comunicado na íntegra:

“A Concelhia do PSD colocou um ‘outdoor’ e promoveu uma conferência de imprensa junto à rotunda de Silvares para acusar o grave problema de circulação rodoviária que aí se vive. O secretariado da concelhia do PS Guimarães reconhece o problema, por nós várias vezes denunciado, mas nunca nos limitamos às denúncias, para antes nos empenhar com resultados na sua resolução.

Foi pelo trabalho da Câmara Municipal liderada pelo PS que em março de 2017 foi assinado um protocolo com a Infraestruturas de Portugal e o governo para a execução da obra, foi por contínua insistência do Presidente da Câmara que foi concluído o projeto, estando neste momento em fase de lançamento o concurso de obra, prevendo-se o seu início em meados do corrente ano de 2019, com conclusão prevista para 2020. Talvez porque, com o início muito próximo da sua execução, iria terminar o tempo das queixas, o PSD apareceu com este último ‘outdoor’ e mais esta conferência de imprensa.

O estrangulamento rodoviário em Silvares é uma realidade. O PS trabalhou e conseguiu iniciar a sua resolução. O PSD, mesmo quando foi governo com Passos Coelho a primeiro-ministro, nada fez, nada conseguiu, Guimarães nada recebeu do poder central.

A Câmara de Guimarães, liderada pelo PS, aprovou recentemente assumir a competência da gestão das estradas nacionais, dentro do perímetro urbano, aceitando a sua transferência do governo. O PSD, na sua intervenção ontem em assembleia municipal, manifestou-se contra, defendendo que nada devia ser aceite das competências do governo. O PS sabe que o estrangulamento rodoviário em Silvares já estaria resolvido há muito, se fosse competência municipal, não está porque não foi transferida antes por qualquer governo do PS ou do PSD.

Nunca podemos intervir porque não era nossa competência. Só podemos reivindicar, exigir, denunciar junto dos diferentes governos, o que fizemos. O governo do PSD nada respondeu, o do PS avançou com o processo, e a obra será uma realidade. Acreditamos que no futuro tudo será mais fácil em outras situações complicadas que ainda temos, com a transferência das estradas para os municípios.

O PSD local quer que tudo continue nas competências do Estado central, para nada se resolver, poder queixar-se e, acredita, ganhar votos. Resolver os problemas de Guimarães interessa-lhe pouco”.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2019 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?