PSP deteve duas pessoas em Guimarães por desobediência à obrigatoriedade de confinamento

Havia sido determinado pela Direção-Geral da Saúde, a ambos os cidadãos, o confinamento obrigatório na sua residência.

© DR

A Polícia de Segurança Pública deteve, esta terça-feira, duas pessoas que se encontravam a circular na via pública por constarem “na lista emanada da Direcção-Geral da Saúde, na qual lhe havia sido determinado o confinamento obrigatório no seu domicílio”.

Segundo um comunicado enviado às redações, a PSP procedeu à detenção de “um cidadão com 33 anos de idade, que se encontrava na Rua Associação Artística Vimarenese, na cidade de Guimarães”.

“Em face ao exposto, esta Polícia informou-o que se encontrava a desobedecer à ordem legítima relativa ao confinamento obrigatório, constante do artigo 3.º do Decreto n.º 2B/2020, de 2 de abril, e que por se encontrar propositadamente na prática de tal comportamento e sabendo que tal conduta incorreria no crime de desobediência, foi o mesmo detido e deslocado-se para o seu domicílio”, refere a polícia.

Pelas 17h30 do mesmo dia, elementos policiais que se encontravam a exercer as suas funções, na Rua José Ribeiro de Freitas, “abordaram um indivíduo, com 50 anos de idade, que circulava na referida artéria, e que lhe havia sido determinado pela Direção-Geral da Saúde o confinamento obrigatório na sua residência”

Quando questionado sobre a sua permanência na via pública, referiu que se tinha deslocado à habitação do seu filho. Pelo exposto, foi o mesmo informado pelos elementos policiais que se encontrava a desobedecer à obrigatoriedade de confinamento obrigatório, pelo que foi o mesmo detido e deslocado-se voluntariamento para o seu domicílio, sendo advertido que não poderia ausentar-se do mesmo, só aquando da autorização da Delegada de Saúde.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?