Requalificação do Centro Cívico das Taipas em deliberação nesta reunião de câmara

© Direitos Reservados

Na reunião de câmara desta quinta-feira serão deliberados e votados dois pontos relativos à requalificação do Centro Cívico das Taipas. Primeiro, a ratificação da repartição de encargos, que prevê que a parcela total de mais de 4,5 milhões de euros seja dividida da seguinte forma ao longo de três anos: 516.738,22 euros em 2020; 2.881.807,44 euros em 2021; 1.579.592,76 euros em 2022. Depois, e para aprovação do executivo do Relatório Final do concurso público, propõe-se que a obra seja adjudicada à empresa Alexandre Barbosa Borges, S.A. O prazo de execução é de 730 dias.

O executivo também decidirá sobre a suspensão da implementação de zona de acesso automóvel na Alameda de São Dâmaso (Norte), Largo do Toural (Nascente) e rua de Santo António ao fim de semana.  A proposta surge no contexto da pandemia internacional, já que “não se afigura expectável a implementação desta medida” no calendário previsto, que iniciava a 18 de abril.

A agenda da reunião de Câmara dá ainda conta da deliberação e votação da informação para início do reperfilamento da rua Padre António Caldas. A proposta também diz respeito à fixação do preço base de 3,2 milhões de euros e da fixação do prazo de vigência do contrato a celebrar, que será de 365 dias.

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?