Ricardo Costa aponta “falhanço” da distrital do Partido Socialista

As críticas do ex-vereador da Câmara Municipal destacam a ausência de representantes do distrito no Governo de António Costa.

© Direitos Reservados

Foi numa nota enviada aos militantes do Partido Socialista, esta sexta-feira, 8 de abril, que Ricardo Costa fez saber o seu descontentamento com falta de representatividade da distrital do partido no novo Governo de António Costa.

“O facto de não constar qualquer cidadão do distrito de Braga – apesar da nomeação do cabeça de lista José Luís Carneiro para Ministro da Administração Interna – representa um falhanço da atual liderança da Federação Distrital de Braga e a sua subordinação ao seu não reconhecimento nacional dentro e fora do PS, pelo silêncio, pela ausência de posição e até pelo aplauso ao seu próprio vazio político, já que não há um elemento do Governo que o seja por ser do nosso distrito”, refere o candidato à distrital do PS nas últimas eleições internas.

Considerando que nas últimas eleições legislativas o distrito de Braga “acompanhou, eleitoralmente, os resultados nacionais”, destaca que “merecia, pela importância que o mesmo representa, no contexto nacional, outra representação, mesmo numa equipa mais curta e mais concisa”.

Assim, o candidato à concelhia do partido refere que cabe, agora, aos deputados eleitos pelo distrito, “em número considerável, nas últimas eleições legislativas, a responsabilidade e o desafio maiores de lutar pelo nosso território e pelas nossas gentes”.

 Convicto de que “o sucesso do Governo e dos deputados será sempre o sucesso do distrito e do país”, Ricardo Costa diz ser fundamental “que o PS seja capaz de criar fóruns, convenções e outras iniciativas de abrangência, capazes de aproximar os governantes e os nossos deputados dos militantes, dos simpatizantes e da sociedade civil, procurando o reforço político e democrático do nosso programa”.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?