Rua D. João I e zona envolvente serão alvo de intervenção onde a prioridade serão os peões

Segundo a autarquia, prevê-se que a obra se inicie dentro de três meses, “não tendo em conta os possíveis atrasos que a situação que vivemos poderá provocar”.

A Rua D. João I será alvo de uma requalificação, que incluirá a Rua Dr. Bento Cardoso e a Rua de Camões. A Repartição de Encargos e a Adjudicação e Aprovação da Minuta do Contrato foram aprovadas por unanimidade, na passada segunda-feira, em reunião municipal. Segundo a autarquia, prevê-se que a obra se inicie dentro de três meses, “não tendo em conta os possíveis atrasos que a situação que vivemos poderá provocar”. O prazo de execução será de 300 dias, ou seja, cerca de 10 meses. O investimento rondará os 960 mil euros.

Ao Mais Guimarães, a autarquia revela que o projeto de requalificação da Rua D. João I “insere-se na política de reabilitação urbana da zona histórica extramuros, com vista à extensão da zona classificada como Património Cultural da Humanidade”. Além disso, insere-se ainda num perímetro mais alargado de intervenção que incluirá ainda a Rua Dr. Bento Cardoso e a Rua de Camões.

O objetivo é que, em todo este perímetro, seja criada “uma área de bairro que permita uma zona de convívio com prioridade aos peões e aos modos suaves de deslocação, condicionando-se o trânsito através da criação das chamadas Zonas 30”, escreve a autarquia. As bolsas de estacionamento que serão criadas “responderão às necessidades de logística urbana, tais como comércio local moradores, incluindo pessoas com deficiência, e veículos de emergência”

A requalificação irá dividir-se em quatro tipos de intervenção. A primeira abrangerá a Rua D. João I, da zona do hotel até à Rua das Lameiras. Para este traço prevê-se a alteração da via “sem diferenciação de cotas entre os espaços destinados à circulação automóvel e os espaços do peão”. Haverá ainda estacionamento lateral ordenado, destinado a pessoas com mobilidade condicionada. O novo desenho urbano pretende “reforçar a identidade do Padrão de D. João I, monumento de grande valor patrimonial que constituirá o elemento arquitetónico orientador da intervenção”.

Na segunda intervenção, da Rua das Lameiras à Rua Dr. Bento Cardoso, será realizado um reperfilamento da via existente através da remoção do estacionamento atualmente existente ao longo da rua. Os passeios serão alargados, dando assim prioridade à circulação pedonal. Será ainda introduzida uma guia central em granito, que permitirá a circulação ciclável no sentido da corrente de tráfego. 

De seguida, na ligação da Rua D. João I às ruas Dr. Bento Cardoso e Paio Galvão, o trânsito será condicionando através da instalação de um balizador retrátil, permitindo-se apenas a passagem de moradores e o acesso a cargas/descargas, à semelhança do Centro Histórico. Desta forma, promove-se a pedonalização e a circulação de velocípedes/bicicletas.  

Serão ainda requalificados os espaços frontais à Igreja São Domingos e à Capela e Hospital da Ordem Terceira de S. Domingos.

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?