S. CRISPIM VOLTOU A SERVIR A CEIA DE NATAL AOS MAIS DESFAVORECIDOS

Em 1315, no Albergue de S. Crispim, foi servida a primeira ceia de Natal aos desfavorecidos da cidade, tradição que se cumpre até hoje sobre o mesmo chão com mais de 700 anos de terra batida.

Foi com música, comida e um “bom” vinho que a consoada foi passada no Albergue de S. Crispim. Não faltou nada aqueles que passaram pela “ceia de S. Crispim”. Mais de meia centena de postas de bacalhau, mais de 40 quilos de batatas e couves de perder a vista. Sobre a terra batida que foi servida a primeira ceia de Natal aos desfavorecidos da cidade, a tradição cumpriu-se mais uma vez.

Desde o ano 1315 que a Irmandade de S. Crispim e S. Crispiniano abre as suas portas para uma ceia natalícia para os vimaranenses mais necessitados.

José Teixeira, responsável pelo Albergue de S. Crispim, herdou este “negócio” de família do seu pai, afirma que não se “deitava da mesma forma” se as pessoas não tivessem onde comer nesta noite especial.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?