Sai uma vacina para a mesa cinco, se faz favor!

Por Eliseu Sampaio.

Situações extremas geram comportamentos extremos. Devíamos ter pensado nisto quando, nas primeiras semanas desta pandemia, escrevíamos acreditar que a nossa sociedade melhoraria com a experiencia deste tempo incomum. Acreditávamos, na altura, que seria marcante o suficiente para nos afinar indivíduos para a preocupação com o outro e o coletivo. Que nos tornaríamos mais tolerantes, mais sensíveis, menos egoístas e consequentemente mais comunitários.

É no aperto que nos revelamos, em que mostramos o nosso melhor, e o nosso pior também.

Desde 27 de dezembro que está a ser implementado no nosso país o plano de vacinação contra a Covid-19, e são de conhecimento público os vários atropelos à ordem definida para a sua administração. Dos funcionários da pastelaria a diretores da segurança social, a padres, autarcas, políticos, pais, mães, filhos, cunhadas, amigos… são já demasiados os casos para que os consigamos suportar e são sintamos repugnância pelos comportamentos, por essa chico–espertice tão portuguesa. Episódios que, imaginem, Francisco Ramos, o coordenador da taskforce responsável pelo plano de vacinação, contratado pelo Estado (por todos nós) vem a público desvalorizar, aproveitando ainda para politizar de forma completamente inaceitável as críticas que se levantaram, ridicularizando-as, e descredibilizando todo o processo.

Mas a responsabilidade é toda nossa! Esta mais não é do que uma revelação do pior que tem a sociedade portuguesa, dos comportamentos enraizados que verticalmente a trespassam.

Está fixada a valorização destas atitudes, a tal chico-espertice, a crítica à cunha mas a utilização sempre que dá jeito. Em Portugal, o Homem que enriquece atropelando tudo pelo caminho sempre foi “o fino” e o ingénuo, que trabalha de sol a sol, o “morcão” (expressão tão nossa) que não chegará a lado algum.

Meus caros, não é honesto esperarmos receber da sociedade mais do que aquilo que lhe damos. Vale a pena pensarmos nisto.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?