SMS para saber quem quer ser vacinado: se não responde não conta

Os utentes do Serviço Nacional de Saúde vão ser contactados por SMS para dizerem se querem ser vacinados contra a covid-19, segundo o Plano de vacinação Covid-19, divulgado na quinta-feira, dia 17.

Os utentes vão ser identificados com base na listagem dos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS), que serão disponibilizados aos Agrupamentos de Centros de Saúde (ACES), sendo depois contactados por mensagem SMS para “aferição de interesse para vacinação Covid-19”, de acordo com o documento.

Se a resposta for “não” ou não houver resposta, o utente não é convocado e é enviado para tratamento manual no seu centro de saúde. Caso a resposta seja “sim”, recebe novo SMS a agendar data, hora e local da vacina e, caso a resposta ao agendamento seja negativa, será enviado para o centro de saúde para agendar nova data”.

Portugal deverá receber aproximadamente 10 mil doses da vacina contra a Covid-19 ainda antes do final do ano, anunciou o coordenador do grupo de trabalho para a vacinação.

Francisco Ramos informou que, “em janeiro, no dia 5, receberemos mais cerca de 300 mil doses, o que quer dizer que, durante o mês de janeiro, teremos condições para vacinar 120 mil pessoas residentes em lares e respetivos profissionais e um total de cerca de 20 mil profissionais de saúde”. A diferença entre as doses recebidas e as pessoas vacinadas está relacionada com a guarda de vacinas para a segunda inoculação.

Segundo o calendário provisório de entrega de vacinas da Pfizer, em dezembro serão entregues 9.750 doses, em janeiro 303.225, em fevereiro 429.000 e em março 487.500.

O Plano estima que  até abril sejam vacinadas 950 mil pessoas em Portugal.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?