SONHAR, ACREDITAR E FAZER

Por Sérgio Castro Rocha
Presidente da Junta de Freguesia de Ponte

Ponte é uma das maiores e mais populosas vilas do concelho de Guimarães que, em poucos anos, saiu do “anonimato” para a ribalta das vilas e freguesias mais progressistas do nosso território.

Hoje, sinto que a população tem um orgulho acrescido da nossa Vila. Como me dizia um concidadão há uns dias: “Dizer-se que se é de Ponte é estar na moda.”
Nas últimas eleições autárquicas, foi a Vila de Ponte que obteve a maior votação no concelho de Guimarães (Assembleia de Freguesia, Câmara Municipal e Assembleia Municipal), mesmo não sendo a vila ou freguesia com mais eleitores. Foi um resultado histórico! Este reconhecimento foi o fruto de muito trabalho, de muita dedicação e, acima de tudo, de muita lealdade para com os nossos concidadãos.

Muitos vimaranenses já me questionaram qual a receita para este sucesso? A resposta é simples. Trabalhar muito. Trabalhar com um único objetivo. Trabalhar por Ponte e para Ponte. Ter uma grande equipa de voluntários que diariamente tudo fazem para que Ponte continue na senda do progresso. E ter um Presidente de Câmara que gosta de todas as freguesias do concelho de Guimarães.

Esta conjugação confina-se a 3 palavras (Sonhar, Acreditar e Fazer), as quais literalmente conseguem expressar o sucesso de um projeto, de uma equipa, de uma terra!
Vamos continuar (ainda) com mais força, mais empenho e mais dedicação a “Sonhar, a Acreditar e a Fazer” todos os dias, pois só assim a vila de Ponte continuará na linha da frente, melhorando consequentemente a qualidade de vida de todos quanto residem na vila de Ponte. Isto é o que verdadeiramente importa!

Temos de continuar a apostar na ajuda aos mais desfavorecidos e desprotegidos com projetos que já temos muito bem consolidados (Loja Social). Este objetivo mais não é do que continuar a acreditar que numa comunidade todos contam.

Saber que os “salários” doados pelo meu Executivo da Junta de Freguesia, bem como pelos membros da Assembleia, continuam a fazer a diferença a muitos concidadãos, a muitas famílias da nossa Vila, é também sentir que continuamos a fazer o que é certo, o que tem que ser feito!

Só uma comunidade unida, igualitária e solidária consegue concretizar os seus sonhos! Assim tem acontecido nos últimos anos na vila de Ponte e não tenho dúvidas assim continuará nos próximos, até porque não podemos, não queremos e nem vamos defraudar as expetativas dos nossos concidadãos. Pela nossa gente, Ponte não parou e vai continuar a não parar!
No próximo dia 6 de outubro, vão realizar-se as Eleições Legislativas. Há dias, numa visita do António Costa a Guimarães, tive a oportunidade de ouvir numa intervenção do nosso Presidente Domingos Bragança.

Entre outros memorandos, disse que, desde que António Costa lidera o governo de Portugal, muitos projetos fundamentais para Guimarães tiveram um tratamento diferenciado em comparação com o governo anterior de Passos Coelho. O que antes era “impensável” hoje é, ou será muito brevemente, uma realidade.

Refiro-me, entre outros, ao desnivelamento do nó de Silvares, da rotunda do Parque Industrial de Ponte e da via dedicada ao AvePark. Todas estas obras, a cargo das Infraestruturas de Portugal, serão financiadas pelo Orçamento de Estado. E quem foram os “obreiros” de tal conquista? Domingos Bragança e António Costa.

Apesar de ter uma admiração por Rui Rio, confesso que neste panorama nacional não é a melhor opção para liderar um governo de Portugal. Um líder que não consegue segurar os seus (debandada de inúmeros “históricos” militantes do PSD), dificilmente conseguiria segurar um governo, um país!

Por isso, não tenho dúvidas que o Partido Socialista terá uma significativa votação em Guimarães e tal se deverá não só ao bom trabalho levado a cabo nos últimos anos pelo Governo de Portugal liderado por António Costa, mas também pelo produtivo trabalho que o nosso Presidente de Câmara Domingos Bragança tem realizado em todo o nosso concelho!
Tentar dissociar-se estas duas realidades é tentar desvirtuar a verdade material dos factos. Hoje, mais do que nunca, são as pessoas, os seus projetos (sejam eles locais ou nacionais) que determinam a escolha no momento de votar!

Por tudo isto, e como independente, entendo que o melhor para Ponte, para Guimarães, para Portugal é que nestas eleições vença “António Costa”.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2019 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?