Torcato Ribeiro diz que “a vida está mais cara”: “É indispensável regular e tabelar preços”

A CDU visitou esta segunda-feira a feira semanal das Caldas das Taipas. Entre outros, participaram os candidatos Torcato Ribeiro e Daniel Marques. 

© Direitos Reservados

O número um da lista de deputados à Assembleia da República pelo Círculo Eleitoral de Braga da CDU, Torcato Ribeiro, realçou que “a vida está mais cara. Nada que não seja percecionado por quem todos os dias vai às compras para levar comida para casa, e que no final do mês se confronta com as cartas do banco, da prestação da casa e do carro, com uma renda de casa que não poucas vezes come um dos dois salários, com a conta da luz, da companhia de seguros, das telecomunicações e todo o conjunto de despesas com que cada um se confronta”.

Torcato Ribeiro destacou o preço da habitação e dos combustíveis. “Não há como negar que hoje, na vida de milhões de portugueses, pesa o agravamento dos preços das rendas de casa e as dificuldades no acesso à habitação, que os preços dos combustíveis tiveram no último ano uma subida galopante que está muito para lá da dimensão fiscal que precisa de ser alterada, que na energia eléctrica, só a manutenção da tarifa regulada impediu que tivéssemos agravamentos de preços na ordem dos 30% e 40% como aconteceu aqui ao lado em Espanha, que as comissões bancárias, as manutenções de contas e outro tipo de serviços bancários que ontem eram gratuitos, hoje são um instrumento de extorsão por parte da banca privada a milhões de portugueses que precisam de ter uma, ou várias, contas bancárias para prosseguirem a sua vida”.

A CDU considera “indispensável regular e tabelar preços”, tendo proposto esse princípio “em muitas áreas, sobretudo as que foram objeto de completa privatização e liberalização”, explicam em comunicado.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?