Triunfo tangencial não evitou eliminação

Golo inaugural insuficiente.

Vitoria–Hajdk-1-mood

O Vitória o Hajduk Split, por 1-0, mas o resultado não foi suficiente para anular a vantagem adquirida pela equipa croata na primeira mão da terceira pré-eliminatória da Conference League. Anderson Silva inaugurou o marcador nos minutos iniciais e deu alento aos conquistadores, mas o desejado segundo golo, que permitiria igualar a eliminatória, acabou por não aparecer.

No centésimo jogo nas provas europeias, o Vitória assumiu o jogo. Esteve sempre por cima, mas não conseguiu dar seguimento à eficácia revelada por Anderson Silva. Uma toada que se acentuou após o descanso, mas sem os resultados desejados.

A expulsão de Tiago Silva, com um segundo amarelo, condicionou a estratégia de Moreno que, apesar da adversidade, arriscou com a entrada de Nelson da Luz, em detrimento de Ogawa. Os croatas foram rigorosos a defender e o desejado segundo golo acabou por não aparecer.

O Vitória, pelo domínio exercido, merecia mais.

PUBLICIDADE

Arcol

Partilhar

PUBLICIDADE

Ribeiro & Ribeiro
Instagram

JORNAL

Tem alguma ideia ou projeto?

Websites - Lojas Online - Marketing Digital - Gestão de Redes Sociais

MAIS EM GUIMARÃES