UMINHO VAI CRIAR PLATAFORMA PARA PRODUTOS COM BASE EM RESÍDUOS

O “Fibrenamics Green”, projeto para ser desenvolvido nos próximos dois anos, vai criar uma plataforma para o desenvolvimento de produtos inovadores com base em resíduos.

O projeto foi apresentado esta quarta-feira no Centro para a Valorização de Resíduos (CVR) da Universidade do Minho, em Guimarães. A iniciativa é dinamizada pela plataforma Fibrenamics da Universidade do Minho e pelo Centro para a valorização de Resíduos (CVR). Conta com 550 mil euros de investimento, 85% dos quais de fundos comunitários do FEDER e Norte 2020.

Raúl Fangueiro, docente que coordena a Fibrenamics, apresentou o projeto que assenta na criação da Plataforma “Fibrenamics Green”. O plano é demonstrar as diversas tecnologias e produtos inovadores com base em resíduos, desenvolvido ao longo dos últimos anos pela universidade, bem como “converter, através do design e engenharia de produto, em ideias de produto e criar as condições para colocar os produtos desenvolvidos no mercado, dando seguimento à sua exploração económica”, disse Raúl Fangueiro.

Amadeu Portilha, vice-presidente da Câmara Municipal de Guimarães, assistiu à apresentação e mostrou-se satisfeito com a valorização do sector de resíduos, que considera “tradicionalmente menorizado”.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2019 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?