Vacinação na UE começa antes do fim do ano

A campanha de vacinação contra a covid-19 na União Europeia (UE) vai arrancar ainda no mês de dezembro , nos dias 27, 28 e 29 de dezembro, anunciou hoje a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen.

“É o momento da Europa. A 27, 28 e 29 de dezembro, a vacinação vai começar por toda a União Europeia. Protegemos os nossos cidadãos em conjunto”, anunciou a presidente da Comissão Europeia no Twitter.

Há cinco países que já iniciaram a vacinação

O Reino Unido foi o primeiro Estado cujo órgão regulador autorizou o uso de uma vacina contra a covid-19. Parte da população começou a ser vacinada em 8 de dezembro com doses da Pfizer/BioNTech: idosos, funcionários e residentes de asilos e profissionais da saúde que atuam na linha de frente serão os primeiros imunizados.  

A vacinação nos Estados Unidos começou no dia 14 de dezembro, com a vacina da Pfizer/BioNTech. Os primeiros a receber as doses serão profissionais de saúde e moradores e trabalhadores de casas de repouso e clínicas médicas. O país promete vacinar 20 milhões de americanos até o final de dezembro. Para isso, o governo conta com a aprovação pela FDA de uma segunda vacina, elaborada pela farmacêutica Moderna.

O Canadá também iniciou no dia 14 de dezembro a vacinação contra a covid-19 no país, com a vacina da Pfizer/BioNTech. O plano do país é vacinar 50 mil moradores e funcionários de lares de idosos até o início de janeiro, segundo o secretário de Saúde da província, Christian Dube. O Canadá ainda não indicou quando é que a vacina vai estar disponível para o público em geral. 

Os russos passaram a imunizar as pessoas no último dia 5 com a vacina Sputnik V (uma referência ao primeiro satélite artificial, lançado em 1957, pela URSS), desenvolvida pelo próprio país. A vacina é gratuita para os cidadãos russos e administrada de forma voluntária. Os primeiros a receberem as doses foram trabalhadores mais expostos ao coronavírus. 

A China alega que começou a vacinar a população em meados de novembro sob o esquema de uso emergencial as vacinas do laboratório Sinopharm (duas) e da Sinovac. Segundo o jornal South China Morning Post, não se sabe exatamente quantos cidadãos receberam a dose das vacinas.

A Arábia Saudita anunciou no dia 15 de dezembro o início de uma campanha de vacinação contra a covid-19, poucos dias depois de aprovar a vacina da Pfizer/BioNTech. A primeira fase abrange as pessoas mais vulneráveis, como as maiores de 65 anos, pessoas que sofrem de obesidade e doenças crônicas graves ou que trabalham em profissões particularmente expostas ao vírus. A segunda beneficiará as pessoas maiores de 50 anos, outros profissionais da saúde e os que possuem doenças menos graves. Por último, todas as demais pessoas que desejarem se vacinar poderão fazê-lo durante a terceira fase.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?