VITÓRIA DE GRANDE NÍVEL BATE RIO AVE (3-0)

José Peseiro prometeu uma equipa com o objetivo de deixar uma boa imagem na reta final da época, e o jogo contra o Rio Ave não desapontou. Três golos de cabeça fizeram a diferença no marcador.

Os visitantes até entraram bem no jogo e nos primeiros dez minutos desperdiçaram várias oportunidades para inaugurar o marcador. Aos quatro minutos, através de um cruzamento de Lionn, Guedes cabeceia no coração da área e Miguel Silva evita milagrosamente o golo. Contudo, aos poucos, o Vitória foi anulando as tentativas do Rio Ave em sair a jogar apoiado, passando a controlar as operações. Aos 22 minutos, canto de Heldon e, ao primeiro poste, Marcelo, defesa do Rio Ave, com um toque subtil, desvia para o fundo das redes. Aos 29’, novo canto, (desta vez de Mattheus) e Jubal antecipa-se a Tarantini para dobrar a vantagem vitoriana. O domínio era evidente e, aos 41’, Rafael Martins fez de cabeça o 3-0, depois de um trabalho individual brilhante de Heldon.

Os primeiros 45 minutos foram provavelmente os melhores da época em Guimarães.

Na segunda parte os pupilos de José Peseiro recuaram a zona de pressão e deixaram que a posse de bola fosse controlada pelos visitantes, tentando explorar o contra-ataque. Heldon (53′) e Sturgeon (78′), ambos de cabeça, ficaram perto do quarto golo.

Já nos descontos, Welthon foi lançado para o lugar de Hurtado. O peruano foi novamente assobiado pelo público, enquanto o reforço brasileiro entrou em campo com lágrimas no rosto, visivelmente descontente por jogar pouco tempo. Ainda assim, no final do jogo, ofereceu a camisola a um adepto.

Com este triunfo a equipa vitoriana passa a somar 36 pontos e ascende, provisoriamente, ao 9.º lugar da tabela da I Liga. Na próxima jornada, também no D. Afonso Henriques, o Vitória recebe o homónimo de Setúbal.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?