PROFESSORES RETOMAM A PEREGRINAÇÃO ANUAL AO IEFP

Os professores colocados reclamam através de uma petição a retirada e reelaboração das listas de colocação dos professores anunciada no dia 25 de Agosto e válida por quatro anos. Entretanto os que não foram colocados engrossam as filas dos centros do Instituto de Emprego e Formação Profissional.

De forma distinta do que tinha vindo a acontecer nos últimos 11 anos, os horários incompletos não foram colocados a concurso ao mesmo tempo que os completos, este ano só foram levados em linha de conta os horários com 22 horas.

Este procedimento criou situações em que professores mais graduados se vêm ultrapassados por outros colegas, em escolas mais próximas da sua residência do que aquela onde foram colocados. Os professores mostram-se desagradados, tanto mais, que as listas agora publicadas são para quatro anos.

O Bloco de Esquerda, através do deputado Luís Monteiro, questionou presidente da Assembleia da República, sobre a “alteração dos procedimentos do concurso”, o facto de “não ter sido publicitada” a alteração antes do concurso e para saber da “disponibilidade do Ministério para resolver ou minorar” os problemas causados.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2017 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?