4 mil máscaras serão oferecidas à população de Airão Santa Maria, Airão São João e Vermil

Tecido e elástico destinados à produção das máscaras. © DR

Na União de Freguesias de Airão Sta. Maria, Airão S. João e Vermil, já a partir de sábado, começarão a ser distribuídas máscaras comunitárias pela população. A informação foi avançada nas redes sociais da união de freguesias. Ao todo, serão oferecidas 4 mil máscaras, “o número médio da população” daquele território, disse Marçal Salazar, presidente da União de Freguesias de Airão Sta. Maria, Airão S. João e Vermil.

Seguindo as normas divulgadas pelo Infarmed, algumas costureiras voluntárias das freguesias começaram já a produzir as máscaras comunitárias. O desafio foi lançado por Marçal Salazar e, segundo o mesmo, as voluntárias aceitaram oferecer a mão de obra nesta altura.

Recorde-se que estas máscaras podem ser reutilizáveis e filtrar pelo menos 70% das partículas, permitindo quatro horas consecutivas de utilização “sem degradação da capacidade de retenção de partículas nem da respirabilidade”.

A DGS referiu ainda que as máscaras sociais devem ser encaradas “como medida de proteção adicional ao distanciamento social, à higiene das mãos e à etiqueta respiratória”, que não devem ser descurados. “É, acima de tudo, ‘um ato de altruísmo’, já que quem a utiliza não fica mais protegido, contribuindo apenas para a proteção das outras pessoas, quando utilizada como medida de proteção adicional”.

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?