ATLETAS DE ALTA COMPETIÇÃO NA ESCOLA SANTOS SIMÕES

Os alunos do Curso Profissional de Desporto da Escola Santos Simões organizaram uma palestra, na quinta-feira, dia 16, em os atletas de alta competição João Benta (ciclismo), João Ribeiro (canoagem), Ricardo Ribas (atletismo) e Manuel Mendes (atletismo), partilharam as suas experiências com um auditório repleto de alunos e professores.

Da esquerda para a direita: João Ribeiro, João Benta, Ricardo Ribas e Manuel Mendes

O Curso Profissional de Desporto está a funcionar, pelo primeiro ano, na EB 2/3 Santos Simões, “e já com grande dinamismo”. Apesar das poucas semanas que o ano letivo leva, a turma de 10º ano já organizou uma caminhada, uma palestra sob o tema “realidade desportiva em Guimarães”, em que foi orador o antigo vereador do desporto, e gestor desportivo, Amadeu Portilha, além desta última conferência na passada quinta-feira. O diretor do Agrupamento de Escolas Santos Simões, Benjamim Sampaio, destaca o facto de este curso ser “único na CIM do Ave”. O facto de Guimarães ter sido Capital Europeia do Desporto e toda a envolvente em termos de infraestruturas desportivas não terá sido alheio à escolha desta escola para albergar o curso. “Uma vez que fomos escolhidos queremos começar bem”, afirmava Benjamim Sampaio à margem da palestra.
João Benta e João Ribeiro abriram a palestra e demonstraram que os atletas podem ser grandes comunicadores. Perante uma plateia um pouco envergonhada para fazer perguntas, tomaram conta da situação e não deixaram que o vazio se instalasse quando não havia perguntas. João Ribeiro falou sobre o que é ser atleta de competição, de como a canoagem surgiu por acaso na sua vida, e de como tomou proporções mais sérias. O atleta comparou a sensação que se tem quando se vai para uma prova tendo cumprido a planificação, com a sensação que se tem quando se faz os trabalhos de casa. Uma lição subtil para uma plateia maioritariamente de estudantes.
Os dois atletas reconheceram que pelos resultados que já obtiveram têm agora um estatuto que lhes permite estar em equipas que lhes dão muito boas condições de treino. João Ribeiro é atleta do Benfica e João Benta é atleta do Boavista/Rádio Popular. Os atletas lembraram, porém, o caminho que foi preciso fazer para ali chegarem. João Ribeiro foi muito jovem para o centro de alto rendimento em Montemor, “naquela altura treinava às 06h30 da manhã, para depois ir para as aulas, lembro-me que no inverno as mãos ficavam coladas à pagaia com o frio”.
João Benta lamenta a falta de apoio para todo o desporto em geral, “só há dinheiro para o futebol”. Dá o exemplo da EFAPEL, conhecida pelo ciclismo, embora só invista neste desporto 150 mil euros por ano, quando investe na Académica de Coimbra 2 milhões de euros por época.

Ricardo Ribas além de um atleta consagrado é hoje treinador e finalista do curso de Educação Física

Os dois atletas falaram daquilo que os move neste momento: João Ribeiro de olhos postos na olimpíada de Tóquio, onde vai procurar a medalha que lhe escapou no Rio (foi quarto) e João Benta ataca o “objetivo da carreira de qualquer ciclista, que é ganhar a Volta a Portugal” (foi sétimo).
Na segunda sessão, com Ricardo Ribas e Manuel Mendes, ficou ainda mais vincado, para quem tivesse dúvidas, o esforço que é preciso para se estar ao mais alto nível em qualquer desporto. Ricardo Ribas, agora finalista do curso de Educação Física e Desporto, deixou também a lição de que o desporto de competição não dura sempre e que, principalmente nas modalidades amadoras é preciso encontrar alternativas para o fim da carreira. “Essas alternativas passam pela formação”, o atleta do Benfica, representante de Portugal na maratona nos últimos Jogos Olímpicos e agora treinador, deixou claro.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?