BUSCAS PELO HOMEM DESAPARECIDO FORAM DESLOCALIZADAS

As buscas ao longo do rio Ave, em Vila Nova de Sande, terão terminado e mudado de local.

As buscas para localizar o paradeiro do homem vimaranense que se encontra desaparecido desde quarta-feira passada, dia 08 de janeiro, já não estão a decorrer ao longo do rio Ave, em Vila Nova de Sande.

Os Bombeiros Voluntários das Taipas, que desde ontem realizavam buscas no local, foram dispensados ao final da manhã desta quarta-feira. A investigação está a cargo da GNR.

Recorde-se que, da parte da manhã da última terça-feira, dois elementos do grupo Cinotécnico de Busca e Salvamento dos Bombeiros de Paço de Arcos e quatro elementos da equipa da Associação Portuguesa de Busca e Salvamento estiveram a efetuar buscas. Para além dos bombeiros, a GNR também se encontrava no local, bem como uma procuradora e uma procuradora adjunta do Ministério Público de Guimarães e inspetores da Polícia Judiciária de Braga.

As buscas estão relacionadas com o aparecimento de “um saco” na margem do rio, mas Henrique Correia, coordenador de investigação criminal da PJ, frisa que não existe “qualquer tipo de ligação à situação do desaparecimento” do vimaranense. “Há dificuldades na recolha daquilo que foi encontrado”, reforçou.

O homem, de 63 anos, residente em Creixomil, foi visto pela última vez na última quarta-feira, pelas 21h00, em Caldas das Taipas.


bombeiros voluntários das taipas

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?