COMEMORA-SE HOJE 60 ANOS DA ABERTURA DO PAÇO DOS DUQUES AO PÚBLICO

 

Considerado um dos monumentos mais importantes da cidade de Guimarães, o Paço dos Duques de Bragança de Guimarães foi mandado construir no século XV por D. Afonso, filho bastardo de D. João I, conde de Barcelos e futuro duque de Bragança, a propósito do seu segundo casamento.

Tendo sido habitado durante o século XV, foi nos séculos seguintes que se assistiu a um progressivo abandono e consequente ruína, motivada por fatores políticos e económicos, que se foi agravando até ao século XX.  Foi já entre 1937 e 1959 que se realizou uma ampla e complexa intervenção de reconstrução, executada a partir de um projeto do arquiteto Rogério de Azevedo. Paralelamente, procedeu-se à aquisição do recheio atual, composto por peças de arte datadas, essencialmente, dos séculos XVII e XVIII.

O Paço dos Duques de Bragança registou, em cinco anos, 2,1 milhões de visitantes, sendo o monumento que mais contribui para os cerca de 6,15 milhões de pessoas que passaram pelos espaços sob alçada da Direcção Regional de Cultura do Norte. Durante o primeiro semestre de 2018 foi mesmo o museu mais visitado a norte do País, com 174,892 entradas. Números que traduzem a grandiosidade do monumento vimaranense.

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?