Covid-19: UDIC reforça capacidade de resposta do Hospital de Guimarães

No âmbito do combate ao Covid-19, face ao previsível aumento de necessidades de intervenção, a partir da próxima segunda-feira, a Unidade de Diagnóstico e Intervenção Cardiovascular será convertida num bloco de operatório.

©Direitos Reservados

A partir da próxima segunda-feira, a Unidade de Diagnóstico e Intervenção Cardiovascular (UDIC) será convertida num bloco de operatório. Face ao previsível aumento de necessidades de intervenção, esta medida reforça a capacidade de resposta do hospital.

O Mais Guimarães apurou, junto de fonte hospitalar, que a UDIC, que inclui o Laboratório de Hemodinâmica, está a ser preparada para se tornar o bloco operatório, com as suas três salas operatórias. Segundo a mesma fonte, as três salas “têm todas as condições para que ali se realizem essas intervenções”. Naquele espaço funciona o Laboratório de Arritmologia, apesar de não se fazer hemodinâmica.

Recorde-se que o Laboratório de Hemodinâmica do Hospital da Senhora da Oliveira de Guimarães (HSGO), está pronto desde outubro do ano passado e ainda não foi inaugurado. A unidade de cardiologia de intervenção e diagnóstico continua sem funcionar — e representa um custo de 2,5 milhões de euros de investimento por mecenas.

Artigo atualiazado às 16h31 do 20/03/2020: Na UDIC funciona o Laboratório de Arritmologia. Por lapso, o Mais Guimarães noticiou que o espaço estava inativo.

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?