DESPACHO VIABILIZA LIGAÇÃO ENTRE REBOTO E MOURIL

Via de ligação tem com objetivo descongestionar o trânsito na zona de Silvares.

© Direitos Reservados

Foi publicado, esta sexta-feira, em Diário da República o despacho que reconhece “o relevante interesse público do projeto de construção de uma via de ligação de Reboto a Mouril, na freguesia de Silvares, concelho de Guimarães”. O executivo vimaranense aprovou, em abril último, o pedido para a concretização da empreitada, de forma a ligar as rotundas do Reboto, em Candoso São Martinho, e de Mouril, em Silvares. A Assembleia Municipal de Guimarães deliberou o interesse municipal nesta obra por maioria.

A obra prevê a construção da “plataforma da via, passeio e ciclovia, bem como ligações aos arruamentos existentes, faixas ajardinadas de proteção e enquadramento”, lê-se no Despacho n.º 9449/2019. A obra utilizará quase 6,000 metros quadrados “de áreas integradas na Reserva Ecológica Nacional (REN) do município de Guimarães por força da delimitação publicada na Portaria n.º 95/2016, de 19 de abril, na sua redação atual, nas tipologias de ‘zonas ameaçadas pelas cheia’ e ‘áreas de infiltração máxima'”, informa o mesmo documento.

O solo também está classificado como Reserva Agrícola Nacional (RAN). No mesmo espaço, lê-se que “não existe alternativa de localização que não afete espaços integrados em REN” devido “à natureza do projeto”. O projeto “não está sujeito a procedimento de Avaliação de Impacte Ambiental”. Ainda assim, o traçado proposto “está implantado quase integralmente na periferia da REN, minimizando a interferência com esta restrição de utilidade pública”. O avanço reuniu “pareceres favoráveis das Entidades consultadas: Agência Portuguesa do Ambiente, I. P., Entidade Regional da Reserva Agrícola Nacional do Norte, Infraestruturas de Portugal, I. P., e ASCENDI”, aponta o despacho.

A empreitada integra um investimento da Câmara Municipal de mais de 19 milhões de euros em obras da rede viária. A via de ligação da rotunda do Reboto à de Mouril terá um custo de 1,3 milhões de euros. A proposta da autarquia baseou-se no descongestionamento do trânsito na zona de Silvares.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2019 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?