Direção da Escola de Medicina da UMinho demite-se por “divergências” com a reitoria

Nuno Sousa, presidente da Escola de Medicina da Universidade do Minho, bem como a restante direção da escola, apresentaram a demissão das suas funções.

Direitos Reservados

Em causa estão questões relacionadas “com uma divergência na política universitária e estratégica que existe entre a Reitoria/Conselho de Gestão da UMinho e a Presidência da Escola de Medicina”, avançou esta sexta-feira, o Jornal de Notícias com base num documento enviado à comunidade académica a que teve acesso.

Nuno Sousa apontou ainda que as divergências têm “natureza conceptual e tradução operacional”, em particular ao nível orçamental e de gestão, condicionando a concretização “de um projeto que se impôs pela qualidade ao longo das últimas duas décadas”, refere o mesmo órgão de comunicação.

Até ao momento, a reitoria da UMinho ainda não se pronunciou publicamente sobre o assunto.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?