Espada de D. Afonso Henriques reposta depois de “processo moroso”

© Direitos Reservados

Foi esta terça-feira foi reposta a espada na estátua de D. Afonso Henriques, existente na Colina Sagrada. Nas redes sociais do Paço dos Duques de Bragança pode ler-se que “chegou ao fim a primeira fase da intervenção de restauro na espada de D. Afonso Henriques, existente na escultura da autoria de Soares dos Reis”. Recorde-se que, no final de fevereiro passado, parte da espada foi partida e encontrada por um transeunte. 

Segundo a mesma publicação, o “moroso” processo passou por várias etapas, nomeadamente a desoxidação da área de fratura com solução alcalina fraca; a remoção duma estreita faixa de metal em ambas as extremidades da fratura até se obter uma superfície metálica compacta; a aplicação de cavilhas de bronze e soldadura da zona de fratura e aplicação de patine química ou pintura a óleo da zona de soldadura.

Devido à exposição direta às condições ambientais, a estátua apresenta oxidação ativa. Com vista a estabilizar este processo de degradação, os trabalhos de conservação e restauro vão continuar numa segunda fase, com início agendado para 29 de junho. “Tudo para podermos garantir a salvaguarda e conservação da escultura do nosso Primeiro Rei”, escreve o Paço dos Duques.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?