Exposição retrospetiva da Feira Afonsina nos Jardins do Paço dos Duques

Os jardins do Paço dos Duques de Bragança estão ocupados com nove espaços expositivos para fazer o público viajar no tempo. A exposição retrospetiva da Feira Afonsina desde a sua primeira edição, em 2011, até 2019, pode ser visitada até domingo, dia 27 de junho.

© Joana Meneses/Mais Guimarães

Foi criada, em 2011, a Feira Afonsina, “uma feira de época ímpar”, lê-se na exposição. Um evento que tem, na sua génese, a história da origem de Portugal até à sua unificação.

O primeiro espaço que visitamos, os projetos, leva o visitante a viajar até ao pensamento dos criadores da recriação histórica. Segue-se a história, ou a contextualização histórica, que mostra o que serviu de base para definição dos temas e espetáculos abordados na Feira Afonsina.

Passamos entre assaltos a castelos e batizados reais, cercos, torneios e tratados entre monarcas medievais, e chegamos aos espetáculos de recriação. O terceiro ponto da exposição transporta-nos para o interior de um ecrã para recordarmos todos estes momentos.

As áreas temáticas levam-nos a mergulhar na época medieval, levando-nos para um imaginário primordial, “uma narrativa de um povo”. “Quando se fala em idade média, nada nos desvia o pensamento das tabernas da plebe ou dos banquetes reais”, lê-se no ponto da gastronomia.

Não esquecendo o voluntariado, existe um espaço dedicado ao agradecimento a todos os voluntários que participaram na Feira Afonsina ao longo destas nove edições. A visão do público, o envolvimento local e curiosidades são outros três espaços na exposição retrospetiva.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?