GNR e PSP com mão pesada para o incumprimento do dever de recolhimento domiciliário

A GNR autuou, ontem, em Lordelo, três homens por incumprimento do dever geral de recolhimento domiciliário decretado no âmbito do estado de emergência. Em Vizela o proprietário de uma pastelaria pão quente foi autuado em dois mil euros.

A ocorrência deu-se no largo dos Poetas, por volta das 17h15. Os três homens foram terão de pagar uma multa de 200 euros cada um.

Em Vizela, a GNR também esteve ativa em Santa Eulália de Barrosas, multando um cidadão pela mesma razão e, no centro da cidade, o proprietário de uma pastelaria e pão quente foi autuado em dois mil euros por vender café.

Esta quinta-feira o Ministério da Administração Interna revelou que mais de 100 pessoas foram detidas entre 15 e 30 de Janeiro pela GNR e PSP por crime de desobediência, 40 das quais por violação da obrigação de confinamento obrigatório.

A GNR e a PSP realizaram na segunda quinzena de janeiro 14.242 ações de fiscalização dando cumprimento às determinações do Decreto que regulamenta o Estado de Emergência.

Foram encerrados 204 estabelecimentos por incumprimento das normas estabelecidas e instaurados um total de 3.567 autos de contraordenação, dos quais 1.592 dizem respeito ao dever geral de recolhimento domiciliário.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?