GUIMARÃES: BERÇO DE CAMPEÕES

por CARLOS RIBEIRO

Diretor Executivo no Laboratório da Paisagem 

O “verde da esperança” foi mesmo do Moreirense. Um triunfo histórico num troféu onde derrubou de forma consecutiva Porto, Benfica e Braga, só poderia merecer um sublinhado especial. Está de parabéns o Moreirense FC, os seus adeptos, jogadores, equipa técnica e finalmente dirigentes. Está de parabéns também Guimarães que vê o segundo clube do concelho escrever uma página de ouro no futebol nacional. Guimarães continua a destacar-se no panorama do desporto nacional, e a conquista dos cónegos é mais um desses exemplos.

Permitam-me também falar de um outro campeão. Não pelo que conquistou dentro de campo, mas pelo que conquista a cada entrevista, a cada comentário, a cada atitude. O ainda curto trajeto de João Pedro no LA Galaxy tem merecido grande destaque por parte do clube norte-americano e as suas entrevistas têm sido momentos de especial orgulho para qualquer vitoriano. Em cada palavra, um sentimento comum. Feliz do clube que se preocupa não apenas em formar jogadores, mas também a formar homens. É aliás este o caminho único de uma Academia que quer continuar a ser geradora de jogadores que nos orgulhem. Que o “sonho americano” de João Pedro se cumpra e que a sua passagem por Los Angeles seja um sucesso. E, já agora, que o Vitória saiba potenciar a enorme projeção que indiretamente está a ter no mercado americano com esta transferência.

Após o triunfo sobre o Braga, não se esperava outra coisa que não uma vitória frente ao Marítimo. A verdade é que uma mescla entre ineficácia, antijogo e má arbitragem, impediu o Vitória de somar os três pontos. Ainda assim, creio ser justo admitir que os jogadores se comportaram como verdadeiros campeões na vontade e na intensidade que tentaram imprimir. Não deu para ganhar é verdade. Mas, jogando assim, estaremos sempre mais perto de o fazer. É verdade que perdemos João Pedro e Soares, mas Rafael Martins, tal como Fábio Sturgeon e a subida de forma de Zungu (e um outro reforço que possa surgir) dão-nos confiança para acreditar que Pedro Martins dispõe de soluções suficientes para tornar esta época um êxito. O triunfo em Braga foi um bom exemplo, não apenas pelo triunfo, mas pela forma categórica como foi conquistado. Ao estilo do “velho Vitória” de que já tinha saudades. Um leve aroma a “estamos de regresso”. Que assim seja.

 

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2019 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?