Hospital de Guimarães alarga procedimentos em Radiologia de Intervenção

Com o contexto epidemiológico que Guimarães está a atravessar e sentindo a “necessidade de reduzir o número e tempos de internamentos garantindo a mesma qualidade nos cuidados médicos”, o serviço de Imagiologia do hospital tem “vindo a alargar o leque de procedimentos na área de Radiologia de Intervenção”, refere uma notada enviada pelo hospital ao Mais Guimarães.

A radiologia de intervenção, uma subespecialidade da radiologia, ”tem um campo de abordagens que vai muito além das biopsias. Uma boa parte da sua atuação consiste em procedimentos terapêuticos executados com o paciente acordado, com efeitos imediatos e sem necessidade de internamento ou com internamentos de muito curta duração”, pode ler-se.

Durante este mês, “já foram tratados com sucesso 3 doentes através de termoablação por Microondas. Um deles tinha um caso de uma metástase hepática de cancro do colon e dois casos tinha cancro renal. Cada procedimento durou cerca de 1 hora e foram realizados com o apoio de Anestesia. Os procedimentos decorreram sem complicações e com sucesso técnico (adequada margem de ablação). Dois doentes tiveram alta na manhã do dia seguinte e outro após 4 dias”.

Este Serviço tem a capacidade de tratar tumores ósseos, tumores renais e hepáticos mediante a simples introdução de uma agulha através da pele com uma pequena incisão. Após um recobro de poucas horas ou internamento de um ou dois dias o doente pode ir para casa.

Fonte do hospital revela ainda que “o serviço de Imagiologia continuará ao longo deste ano a apostar em técnicas de diagnóstico e terapêutica minimamente invasivas por forma a garantir os melhores cuidados aos doentes oncológicos nestes tempos em que a pressão nos hospitais e nos cuidados de doentes COVID tem vindo a aumentar de forma exponencial”.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?