Infantas presta homenagem à primeira presidente de Junta

Hoje, segunda-feira, dia 8, celebra-se o Dia Internacional da Mulher e para assinalar a data a Junta de Freguesia de Infantas lembra aquela que terá sido a primeira presidente de Junta do concelho, em 1977: Ermelinda Celeste Alves da Silva Lobo.

Foto: DR

“Celeste Lobo era uma mulher alfabetizada, independente, com opinião própria, avessa a submissões de género, mas em simultâneo uma mulher simples, de trato fácil e generosa, sempre disponível para ajudar aqueles que mais precisavam”, lê-se no comunicado da Junta, hoje também liderada por uma mulher, Patrícia Lemos. O direito de voto tinha sido estendido a todos os cidadãos que soubessem ler e escrever, mas a elevada taxa de analfabetismo que atingia mais fortemente as mulheres, deixava-as de fora. As circunstâncias da época fazem desta mulher uma percursora.

“Diz o povo que qualquer coisa que fizesse falta: comida, remédio, transporte ou telefone se resolvia na casa da “menina Celestinha”. Entre ela e as irmãs se encontrava a solução”.

 Celeste Lobo nasceu a 20 de janeiro de 1918 em Vila Nova das Infantas, na casa da Escola Primária, onde sua mãe era a professora, tendo sido a quarta de seis irmãos. Faleceu, em Vila Nova das Infantas, a 12 de janeiro de 2009.

Tomou posse como presidente de Junta, em 29 de janeiro de 1977. Destaca-se da governação de Celeste Lobo a construção de tanques de água pública, a abertura e arranjos de caminhos públicos e a luta pela iluminação pública que era quase inexistente.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?