Iniciativa do GCR Cruz de Pedra surgiu “da necessidade de dar apoio aos artistas”

“Cantigas à Conversa” é uma iniciativa do Grupo Cultura e Recreativo da Cruz de Pedra (GCR Cruz de Pedra) e conta com o apoio da junta de freguesia de Creixomil e outras entidades privadas.

A presidente do GCR Cruz de Pedra, Liliana Freitas, contou ao Mais Guimarães que “Cantigas à Conversa” surgiu “da necessidade de dar um apoio aos artistas”.

Mensalmente era realizado um concerto no Salão Nobre, mas a pandemia veio trocar as voltas e, vendo que a situação se prolongava, pensaram numa solução online. “Esta primeira fase que fizemos de concertos, que terminou no domingo passado, teve como objetivo apoiar as pessoas que viviam exclusivamente da música. A Cruz de Pedra paga sempre, mesmo que seja de uma forma simbólica”.

Para Liliana Freitas, esta “foi uma forma de colaborar com os artistas, mas também uma forma de mostrar às entidades superiores, que podem fazer muito mais que nós, que os artistas querem trabalho, não querem subsídios, querem poder mostrar o seu talento e trabalho. Como associação cultural que somos, temos esse papel de alertar para aquilo que não está tão bem. É com esse intuito que surge o Cantigas à Conversa, num grito de ajuda à comunidade artística, que foram os primeiros a parar.”

A adesão tem sido imensa e, o último concerto, do Tio Óscar, ia com mais de quatro mil visualizações. Numa altura em que os vimaranenses, e não só, estão obrigados a ficar em casa, “a música e a arte, no geral, tem esse papel muito importante”, de distrair. Se imaginássemos a nossa vida sem música, sem televisão, sem teatro, a vida era mais triste, e faz falta nesta altura.”

O formato online permite uma maior interação entre os artista e a comunidade. Acabamos por conversar e saber mais. As pessoas sentem que estão ali connosco, podem participar, fazer perguntas, pedir músicas. Não se nota que estamos tão distantes”, explicou Liliana Freitas.

Já para os artistas “é diferente. No palco há palmas, há pessoas, sente-se calor humano. Aqui não. Mas acho que tem sido muito bom, recebem muito carinho do público e durante o concerto vão-se apercebendo disso.”

O próximo “Cantigas à Conversa” estava agendado para este fim-de-semana, mas, por confinamento profilático de elementos da equipa de produção, foi adiado para janeiro de 2021.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?